Meus trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3583 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Frequentemente citada como "cidade maravilhosa", o Rio de Janeiro sediará as olimpíadas de 2016, capital do estado de mesmo nome, é um dos dois centros economicamente mais importantes do Brasil. A atividade econômica e política da metrópole, porém, convive com sua intensa atração turística, propiciada pelo incomparável cenário de belezas naturais, assim como por edifícios e monumentos históricosque relembram os quase dois séculos em que a cidade foi capital federal.
O Rio de Janeiro, capital do estado do Rio de Janeiro, e do Brasil até 1960, situa-se na margem ocidental da baía de Guanabara, entre o oceano Atlântico, ao sul, os municípios de Itaguaí, Nova Iguaçu, Nilópolis, São João de Meriti e Duque de Caxias ao norte, e a baía de Sepetiba a oeste. A superfície do município, de1.171km2, inclui mais de cem ilhas, das quais a maior é a do Governador, com 29km2.
A cidade apresenta-se quase ao nível do mar: apenas 22% da superfície tem mais de cem metros de altitude e somente dez por cento mais de 300. Três grandes maciços erguem-se abruptamente nesse panorama. No maciço de Jericinó, o ponto mais alto é o pico do Guandu, com 900m de altitude. No maciço da Pedra Branca,encontra-se o pico da Pedra Branca, com 1.024m, ponto culminante do município. O pico da Tijuca (1.021m), o Bico do Papagaio (975m), Andaraí (900m), Corcovado (704m), Dois Irmãos (533m) e Pão de Açúcar (395m) são os pontos mais altos do maciço da Tijuca. As baixadas de Sepetiba e da Guanabara são segmentos de uma unidade maior, a baixada fluminense. O município constitui a microrregião do Rio de Janeiro, ouGrande Rio, um dos dez aglomerados urbanos mais populosos do planeta.
Desenvolvimento

O núcleo da cidade desenvolve-se como um grande arco ao pé do maciço da Tijuca, cujos esporões rochosos impõem, em diversos pontos, um estrangulamento no espaço urbano. Com o nome local de serra da Carioca, esse maciço prolonga-se na direção leste até quase as margens da baía e delineia uma divisão da cidadeem dois setores praticamente isolados -- a zona norte e a zona sul, embora também se estendam subúrbios por uma zona oeste.
O centro situa-se entre a extremidade do esporão montanhoso e o mar, em posição excêntrica (na verdade, de zona leste da metrópole) e de travessia obrigatória nas ligações entre as zonas norte e sul, a não ser que se transponha a montanha. Por isso mesmo, o Rio é uma cidadede muitos túneis (mais de sessenta), dos quais os maiores são o Dois Irmãos (Gávea-São Conrado), Rebouças (Rio Comprido-Lagoa) e Santa Bárbara (Catumbi-Laranjeiras).
A implantação da cidade teve início no centro

Ocupou, inicialmente, as pequenas planícies de brejo e uns poucos morros da estreita faixa situada entre as encostas e o mar. A expansão urbana processou-se ao longo do sopé domaciço montanhoso e pelos vales, como nas Laranjeiras, no Rio Comprido e na Tijuca. As pequenas baixadas, quase sempre pantanosas, foram depois sucessivamente ocupadas.

Na região suburbana, que surgiu depois e continua em expansão, a ocupação iniciou-se ao longo das vias férreas. As planícies mais baixas, bem como os manguezais que margeiam a baía, foram mais tarde anexados à área urbanizada. Asmontanhas e o mar sempre dificultaram o crescimento do Rio de Janeiro e deram-lhe uma forma longitudinal.
Na conquista do espaço urbano, os graves problemas do crescimento transparecem nos desmontes e aterros. Ainda no período colonial, o morro das Mangueiras foi arrasado para aterrar a lagoa do Boqueirão, onde hoje se localiza o Passeio Público. No século XX, outros morros tiveram o mesmo destino.O morro do Senado contribuiu para aterrar a zona portuária. As terras do morro do Castelo, berço da cidade, serviram para formar a praça Paris e adjacências. O de Santo Antônio, por sua vez, foi abaixo para facilitar a construção de vias de acesso direto à zona sul, que se expandiu ao longo da orla oceânica.
Apesar dos desmatamentos que o município já sofreu, é dos poucos que podem gabar-se...
tracking img