Metodologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2081 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MÉTODO
O conhecimento sempre questionando a maneira de obtenção do saber, ou seja, o Método. De origem grega, a palavra método, segundo Ruiz (1996), significa o conjunto de etapas e processos a serem vencidos ordenadamente na investigação dos fatos ou na procura da verdade.
O método não é único e nem uma receita infalível para obter a verdade dos fatos. Ele apenas tem a intenção de facilitaro planejamento, investigação, experimentação e conclusão de um determinado trabalho.
Os principais métodos de abordagem que fornecem as bases lógicas à investigação são: dedutivo, indutivo, hipotético-dedutivo e dialético (GIL, 1999).




MÉTODO DEDUTIVO

Este método foi proposto pelos racionalistas Descartes, Spinoza e Leibniz, pressupõe que só a razão é capaz de levar ao conhecimentoverdadeiro.
O raciocínio dedutivo tem o objetivo de explicar o conteúdo das premissas que, quando verdadeiras, levarão inevitavelmente a conclusões verdadeiras, visto que, por intermédio de uma cadeia de raciocínio em ordem descendente, de análise do geral para o particular, chega-se a uma conclusão. Ou seja, a resposta já estava dentro da pergunta.
Essa forma de raciocínio é chamadasilogismo, construção lógica que a partir de duas premissas, retira uma terceira logicamente decorrente das duas primeiras, denominada de conclusão (GIL, 1999; LAKATOS; MARCONI, 1993). Veja um clássico exemplo de raciocínio dedutivo:
Todo homem é mortal (premissa maior)
Pedro é homem (premissa menor)
Logo, Pedro é mortal. (conclusão).
Raciocínio lógico, que essencialmente apresenta conclusões quedevem, necessariamente, ser verdadeiras caso todas as premissas sejam verdadeiras. Possui base racionalista e pressupõe que apenas a razão pode conduzir ao conhecimento verdadeiro. Partindo de princípios reconhecidos como verdadeiros e inquestionáveis (premissa maior), o pesquisador estabelece relações com uma proposição particular (premissa menor) para, a partir de raciocínio lógico, chegar àverdade daquilo que propõe (conclusão).
Entretanto, é importante frisar que a dedução (e, consequentemente, o método dedutivo) não oferece conhecimento novo, uma vez que sempre conduz à particularidade de uma lei geral previamente conhecida. A dedução apenas organiza e especifica o conhecimento que já se possui. Ela tem como ponto de partida o plano do inteligível (ou seja: da verdade geral, jáestabelecida) e converge para um ponto interior deste plano.
Processos similares aos do método dedutivo são amplamente empregados na criminalística forense, porém amparados pela metodologia da abdução e da indução, que são outras modalidades de raciocínio lógico.Ao constituir uma observação lógica Aristotélica, deve-se tomar cuidado com o sofismo. Sofismo é um raciocínio falso, mas com aparêncialógica. Exemplo:
• As galinhas tem dois pés, homens tem dois pés, logo homens são galinhas.
• Os nazistas eram nacionalistas, norte-americanos são nacionalistas, logo norte-americanos são nazistas.
Na literatura o método dedutivo se tornou popular principalmente com as publicações das obras de Sir Arthur Conan Doyle, criador do célebre Sherlock Holmes. Doyle demonstrou que toda dedução lógica, uma vezexplicada, torna-se "infantil", pois a conclusão provoca espanto e admiração apenas enquanto os passos de seu desenvolvimento investigativo ainda são desconhecidos.


METODO INDUTIVO

A indução já existia desde Sócrates, entretanto seus expoentes modernos são os empiristas Bacon, Hobbes, Locke e Hume. Considera que o conhecimento é fundamentado na experiência, não se levando em contaprincípios preestabelecidos.
Se todas as premissas são verdadeiras, a conclusão é verdadeira.
Toda a informação ou conteúdo da conclusão já estava implicitamente nas premissas.Assim como no método dedutivo, na indução o raciocínio é fundamentado em premissas, contudo, diferentemente do anterior, premissas verdadeiras levam a conclusões provavelmente verdadeiras.
No raciocínio indutivo, a...
tracking img