Mercantilismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2213 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
0. SUMÁRIO

1. Introdução

2. Conceito

3. Características do Mercantilismo

4. Modelos de Mercantilismo

4.1. Bulionismo

4.2. Modelo Francês (Colbertismo)

4.3. Modelo Inglês

4.4 Modelo Holandês

4.5. Outros países europeus

5. Politicas comuns

6. Criticas ao Mercantilismo

7. Conclusão8. Bibliografia

9. Índice

1. INTRODUÇÃO

Este trabalho será um pequeno estudo sobre o Mercantilismo - doutrina económica que teve o seu apogeu na época da expansão colonial Europeia, ocupando um lugar de destaque na história das grandes doutrinas económicas.

Estudaremos os diferentes tipos de mercantilismo adoptados por vários países europeus mostrando os maisvantajosos sob o ponto de vista macroeconómico.

É nosso intuito, dar a conhecer a importância que o mercantilismo teve para a economia e o seu desenvolvimento em geral.

2. CONCEITOS

[1]
«Mercantilismo é o nome dado a uma corrente de pensamento económico desenvolvida na Europa na Idade Moderna, entre o século XV e os finais do século XVIII. O mercantilismo originou um conjunto demedidas económicas diversas, de acordo com os estados.»

[2]
«Consequência da ampliação de horizontes económicos propiciada pelos descobrimentos marítimos do século XVI, o mercantilismo, apesar de apresentar variantes de país para país, esteve sempre associado ao projecto de um estado monárquico poderoso, capaz de se impor entre as nações europeias.

Mercantilismo é a teoria e prática económica quedefendiam, do século XVI a meados do XVII, o fortalecimento do estado por meio da posse de metais preciosos, do controle governamental da economia e da expansão comercial. Os principais promotores do mercantilismo, como Thomas Mun na Grã-Bretanha, Jean-Baptiste Colbert na França e António Serra na Itália, nunca empregaram esse termo. Sua divulgação coube ao maior crítico do sistema, o escocêsAdam Smith, em The Wealth of Nations (1776; A riqueza das nações). »

[3]
“O mercantilismo foi, um sistema de intervenção governamental para promover a prosperidade nacional e aumentar o poder do Estado.”

Edward MacNall Burns

3. CARACTERÍSTICAS

( Metalismo

Os metais como o ouro e a prata deixavam uma nação muito rica e poderosa e os governantes faziam de tudo para acumular estesmetais. Alem do comércio externo, que trazia moedas para a economia interna do país, a exploração de territórios era incentivada neste período.

( Industrialização

Para incentivar o desenvolvimento da indústria, o governo concedia a grupos particulares o monopólio de determinados ramos da produção ou criava as manufacturas do Estado. A meta era a obtenção da auto-suficiência económica e aprodução de excedentes exportáveis

( Proteccionismo Alfandegário

Nesta altura, os reis dos vários países criavam impostos e taxas afim de evitar a entrada de produtos vindos do exterior. Por um lado fazia crescer e desenvolver o sector da indústria e por outro, as divisas não saíam do país.

( Pacto Colonial

Tal como o nome refere, este processo pressupunha que um Estado tivesse em sua possecolónias; estas eram obrigadas a fazer comércio apenas com a respectiva metrópole. Na relação entre metrópole e colónias, o papel desta última estava claramente definido: a colónia existia para enriquecer a metrópole isto porque era uma garantia de vender caro e comprar barato, além de fornecer produtos que não havia na Europa.

( Balança Comercial Favorável

Para que houvesse uma BalançaComercial Favorável, cada Estado procurava exportar o máximo e Importar o mínimo possível, pois desta forma entraria mais moedas do que sairia, deixando o país numa boa situação financeira.

4. MODELOS DE MERCANTILISMO

4.1. Bulionismo (ou Metalismo)

É a teoria que considerava a acumulação de metais preciosos como o principal e garantido meio de conservar e aumentar riqueza. O nome vem de...
tracking img