Meire

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2719 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



Universidade Anhanguera – Uniderp

Centro de Educação a Distância

Gestão Comercial / Processos Gerenciais / Gestão em Marketink

Pólo 1

ATPS Tecnologia em Gestão

Prof. EAD: Oderson Mello
























SUMÁRIO



RELATÓRIO 01: HISTÓRICO DA EMPRESA

1.1 HISTÓRICOS DA EMPRESA CASAS BAHIARELATÓRIO 02: MUDANÇA ORGANIZACIONAL

1.1 PARADIGMAS

1.2. QUEBRA DE PARADIGMAS

1.3 EMPRESA PREPARADA PARA MUDAR

RELATÓRIO 03: CONCEITOS DE GESTÃO

DO GESTOR ORGANIZACIONAL

RELATÓRIO 04: GESTÃO DE QUALIDADE TOTAL

RELATÓRIO 05: SERVIÇO DE TERCEIRIZAÇÃO

RELATÓRIO 06: TECNOLOGIA DE GESTÃO

RELATÓRIO 07: RESPONSABILIDADE SOCIAL

RELATÓRIO 08: ASSÉDIO MORAL/SEXUAL NO AMBITODE TRABALHO

RELATÓRIO 09: FUNDAMENTOS DA CASAS BAHIA



RELÁTÓRIO -1

HISTÓRICO DA EMPRESA



Casas Bahia fundada em 1952, em São Caetano do Sul, SP, pelo imigrante polonês Samuel Klein no ramo de comércio varejista, que iniciou como mascate vendendo produtos de porta em porta. Mas a maioria dos seus clientes eram retirantes baianos daí o nome da empresa.
Em novembro de 2004 firmouparceria com o banco Bradesco. Até então, as Casas Bahia financiavam cerca de 80% de suas vendas, o que significava na época uma carteira de crédito de R$ 4,5 bilhões, considerando as vendas de R$ 6 bilhões de 2003 (em 2006 já eram mais de R$ 11 bilhões). A maior parte da carteira era financiada com recursos próprios e apenas R$ 1 bilhão eram captados no mercado financeiro.
O funding passou então areceber o reforço do Bradesco: pelo acordo, o banco passou a assumir o financiamento de pelo menos R$ 100 milhões em vendas por mês. Isso significou na época um aumento quase imediato de 20% nas operações de financiamento ao consumo do próprio banco, que já haviam saltado 38% entre setembro de 2003 e setembro de 2004, atingindo R$ 15,1 bilhões.
No dia 4 de dezembro de 2009, o Pão de Açúcaranunciou a compra da Casas Bahia e que os negócios no setor de varejo de bens duráveis seriam integrados à Globex, controladora do Ponto Frio[5]. No entanto, a família Klein, da Casas Bahia, acredita que o negócio foi subavaliado e os dois grupos reavaliam a fusão, com a renegociação de valores e algumas condições do contrato.
Sai um novo acordo de fusão, no dia 2 de Julho de 2010, entre os grupos Pãode Açúcar e Casas Bahia, sendo assim, com o novo acordo, o novo grupo formado passa a se chamar de Nova Casas Bahia, onde a captação de recursos ficará por parte da Globex, controladora da rede Ponto Frio. Para o novo acordo, que durou cerca de 4 meses de duração se consolidar, foi preciso injetar, cerca de R$ 689 milhões por parte do grupo do então, chefe de conselho da empresa Abílio Diniz.Onde hoje é formada por um conselho que é constituido por:
Michael Klein-Presidente
Luis Antonio Semeghini de Souza- Vice-Presidente
Alberto Ribeiro Guth- Conselheiro
Abílio dos Santos Diniz- Conselheiro
Enéas César Pestana Neto-Conselheiro
Antonio Ramatis Fernandes Rodrigues - Conselheiro
Ricardo Cholbi Tepedino- Conselheiro
José Luiz Majolo- Conselheiro
Renato Carvalho do Nascimento-Conselheiro
Receita bruta de vendas do primeiro trimestre foi de R$ 6.289 bilhões e líquida de R$ 5,491 bilhões. As receitas brutas e líquidas no conceito ‘mesmas lojas’ cresceram 10,0% e 13,0%, respectivamente. O lucro bruto atingiu R$ 1.530 bilhão, com margem de 27,9%, crescimento de 1,0 p.p. em relação ao primeiro trimestre de 2011.
As despesas operacionais corresponderam a 23,0% da receitalíquida de vendas, com redução de 0,6 p.p. em relação ao primeiro trimestre de 2011.
Com 60 anos de atuação no mercado nacional, a Casas Bahia, com mais de 56 mil colaboradores, tem mais de 500 filiais e presença em 15 Estados nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste, Norte e Centro-Oeste (SP, RJ, MG, GO, PR, SC, MS, MT, TO, ES, BA, SE e CE), além do Distrito Federal.
Sua Sede fica localizada na Avenida...
tracking img