Meios de hospedagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 64 (15990 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO: RECEPCIONISTA EM MEIOS DE HOSPEDAGEM


MEIOS DE HOSPEDAGEM















Apresentação
Caros alunos, este material foi elaborado para apoiar sua qualificação profissional. Aqui você encontrará atividades, histórias, informações, estudos, dicas e novidades sobre a ocupação: Recepcionista de Meios de Hospedagem. Vocês percorrerão sessões de aprendizagem paraexercitar as competências necessárias e desempenhar com sucesso sua ocupação no setor Turístico. As atividades propostas visam estimulá-los a aprofundar seus conhecimentos e renovar suas atitudes.


Sabiam que a hotelaria é uma indústria de serviços que possui suas próprias características organizacionais. Sua principal finalidade é o fornecimento de hospedagem, segurança, alimentação e demaisserviços inerentes à atividade de receber. Aqui, a hotelaria teve origem com as hospedarias pertencentes aos portugueses, na maioria das vezes localizadas na própria moradia do proprietário. Sendo que o primeiro hotel, de classe internacional, foi instalado no Rio de Janeiro em 1816, de propriedade do francês Louis Pharoux.


A partir de então, surgiram pequenos hotéis, que incorporavamcaracterísticas de hotéis europeus em seus serviços e instalações. Somente após a Segunda Guerra Mundial, com as grandes transformações tecnológicas e o desenvolvimento industrial crescente, a hotelaria brasileira passou a se aperfeiçoar e criar conceitos próprios, diferenciando as diversas categorias de estabelecimentos e criando regras e normas que direcionassem suas atividades, embora algunshotéis, inaugurados em época mais recente, como o Copacabana Palace e o Hotel Glória (em 1923 e 1922, respectivamente), ainda reproduzissem o padrão europeu.



Mas antes de iniciamos este curso, é preciso entender que o profissional de hotelaria precisa gostar de pessoas, ter prazer em servir, ser minucioso e detalhista. O hoteleiro precisa ter a diplomacia de um Kissinger, a graça social daRainha Mãe da Inglaterra, a velocidade de um Concorde, o sorriso de um deus Grego, a paciência de um santo, a memória de um elefante, a pele grossa de um rinoceronte, a força de um Atlas, o poder de insistência de uma sogra, a boa forma de um centro avante, a fineza de um duque, a voz de um Lawrence Olivier, o olho para lucro de um Vestry (ou Bill Gates), e por último, mas não menos importante,um amor pela humanidade: porque os seres humanos exibem seu pior lado quando estão cansados e famintos. Sejam bem-vindos a este curso enriquecedor e de oportunidades futura.




Ana Nunes























































1. O hotel e sua organização

Segundo Geraldo Castelli “O hotel pode ser definido comosendo uma edificação que, mediante o pagamento de diárias, oferece alojamento à clientela indiscriminada”. A definição francesa estabelece que: “hotel de turismo é um estabelecimento comercial de alojamento classificado, que oferece habitações ou apartamentos mobiliados, seja a uma clientela de passagem ou em permanência, que se caracteriza por um aluguel, mas que não o constitui como domicílio”.A definição oficial brasileira de hotel é “um estabelecimento comercial de hospedagem, que oferece aposentos mobiliados, com banheiro privativo, para ocupação eminentemente temporária, oferecendo serviço completo de alimentação, além dos demais serviços inerentes à atividade hoteleira”. Os hotéis pequenos, geralmente, têm até 50 quartos, limite este que pode variar de um país para ooutro. Esse tipo de hotel é, na maioria das vezes, administrado pelo próprio dono ou pela a família. A contabilidade é terceirizada, ou seja, é feita fora da empresa. O organograma de um pequeno hotel é bastante simples:


















Os hotéis de médio porte, em geral, têm até 150 quartos, o que pode variar dependendo do país. A maioria tem gerentes profissionais....
tracking img