Materiais ceramicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3430 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE NILTON LINS

MATERIAIS CERÂMICOS

Trabalho realizado pelos alunos:
Jéssica Dias
Jéssica Silva
Marcos Antônio Coelho
Sandra Regina

Disciplina: Ciência dos Materiais
Professora: Raquel Filipi

Manaus – Am
Outubro/2011
GLOSARIO

1 - INTRODUÇÃO

2 - MATERIAIS CERÂMICOS

2.1 - PRINCIPAIS PROPRIEDADES E ESTRUTURAS
2.2 – ESTRUTURA CRISTALINA E NÃO-CRISTALINA2.3 – MATERIAIS AMORFOS OU SUBSTÂNCIA AMORFA

3 – CLASSIFICAÇÃO DOS MATERIAIS CERÂMICOS

4 – VIDRO

4.1 – PRINCIPAIS CARACTERISTICAS
4.2 – TIPOS DE VIDRO
4.3 – TÊMPERA

5 - MATERIAIS CERÂMICOS CRISTALINOS

5.1 – CONFORMAÇÃO
5.1.1. – CONFORMAÇÃO – PRENSAGEM UNIAXIAL
5.1.2. – CONFORMAÇÃO – PRENSAGEM ISOSTÁTICA
5.2 – SECAGEM
5.3 – QUEIMA
5.4 – SINTERIZAÇÃO
5.5 – MICROESTRUTURA

6 -CERÂMICAS DE ALTO DESEMPENHO

6.1 - EXEMPLOS

7 - CONCLUSÃO

8 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICA

1. INTRODUÇÃO

Neste trabalho apresentaremos os Materiais Cerâmicos com suas principais propriedades, aplicações, classificação e métodos de obtenção.
Cerâmicos são materiais inorgânicos e não-metálicos que consistem em compostos que são formados entre elementos metálicos e não-metálicos,para os quais as ligações interatômicas ou são totalmente iônicas ou são predominamente iônicas com alguma natureza covalente.
O termo cerâmica vem da palavra “keramitos”, que significa matéria prima queimada, indicando que as propriedades desejáveis desses materiais são normalmente atingidas através de um processo de tratamento térmico a alta temperatura conhecido por ignição. Foi durante oNeolítico, fase do desenvolvimento técnico das sociedades humanas, que a cerâmica foi inventada.

2. MATERIAIS CERÂMICOS

As cerâmicas são sólidos compostos de estruturas que contém elementos metálicos e não
metálicos, e os átomos dos componentes são ligados por forças de ligações fortes (iônica
ou covalente).
As cerâmicas com elevada tensão de ruptura, elevado módulo de elasticidade e melhortenacidade tais como: zircônia, óxido de alumínio, carbeto de silício e nitreto de silício tem
ligações iônicas e covalentes fortes. Estes materiais são chamados de cerâmicas estruturais
ou cerâmicas avançadas. Nos finais de 1980 os japoneses chamaram os materiais
cerâmicos usados em aplicações de engenharia como cerâmica fina.
As maiores características dos materiais cerâmicos são fragilidadee fratura com pequena
ou nenhuma deformação. Este comportamento está em contraste com os metais, os quais
escoam e deformam. Como resultado disso, os materiais cerâmicos não podem ser
formados dentro de por deformação, como os metais. Dois processos básicos foram
desenvolvidos para conformar materiais cerâmicos.
O primeiro usa partículas cerâmicas misturadas com um líquido, a combinaçãodestes
geram propriedades reológicas que permitem a conformação. Então através de tratamento
térmico as partículas são aglomeradas dentro de uma forma coesiva. A parte essencial
deste processo é primeiro encontrar ou preparar partículas finas, conformá-la e mantê-la
coesiva por tratamento térmico.
O segundo processo básico é fundir o material para formar um líquido e então conformá-lo
durante oresfriamento e solidificação, este é usado principalmente na fabricação de vidros.

2.1 Principais Propriedades e Estruturas

Os materiais cerâmicos são compostos de pelo menos dois tipos de elementos, e
freqüentemente mais complexos que os metais. As ligações atômicas variam de ligações
totalmente iônicas até totalmente covalentes.

2.2 Estrutura Cristalina e não-cristalinas

Em cristaiscontendo forte característica iônica (silicatos e óxidos) a estrutura em grande
parte é determinada pelo máximo empacotamento de ânions e cátions para maximizar as
forças atrativas eletrostáticas e minimizar as forças de repulsão. Todas as regras podem ser
expressas pelas Regras de Pauling.
A primeira regra de Pauling define como deve ser o empacotamento dos ânions ao redor de
cátion. A...
tracking img