Maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE IGARASSU – FACIG
ADMINISTRAÇÃO

EQUIPE ALFA E ÔMEGA

FILOSOFIA

VISÃO PANORÂMICA DA VIDA E OBRA DE

NICOLAU MAQUIAVEL

IGARASSU
2010
CLEIDE CONCEIÇÃO DE LIMA
DÉBORA ALEXSANDRA ARAÚJO E SILVA
DEMETRIOS JOSÉ FERNANDES CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
JAQUELINE MARÍLIA DA SILVA
KASSANDRA MENEZES DE LIMA
LAHISA LICA DIAS
MARIA LÚCIA FERREIRA DAS NEVES
MERILYN nUNES DOSSANTOS
QUEZIA MARCELY CAMPOS DOS SANTOS
SAMUEL DOMINGOS DA SILVA
THAIZA CRISTINA DA ROCHA SILVA

FILOSOFIA

VISÃO PANORÂMICA DA VIDA E OBRA DE

NICOLAU MAQUIAVEL

Trabalho apresentado como requisito de avaliação para obtenção de notas para o Curso de Administração à disciplina Filosofia, na Faculdade de Igarassu – FACIG.Orientadora Flávia Alves.

IGARASSU
2010
CLEIDE CONCEIÇÃO DE LIMA
DÉBORA ALEXSANDRA ARAÚJO E SILVA
DEMETRIOS JOSÉ FERNANDES CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE
JAQUELINE MARÍLIA DA SILVA
KASSANDRA MENEZES DE LIMA
LAHISA LICA DIAS
MARIA LÚCIA FERREIRA DAS NEVES
MERILYN nUNES DOS SANTOS
QUEZIA MARCELY CAMPOS DOS SANTOS
SAMUEL DOMINGOS DA SILVA
THAIZA CRISTINA DA ROCHA SILVA

FILOSOFIA

VISÃOPANORÂMICA DA VIDA E OBRA DE

NICOLAU MAQUIAVEL

Avaliado por:

__________________________
Prof.(a) Flávia Alves

Data: ______/_____/_______

IGARASSU
2010
RESUMO

O Nome Nicolau (1469-1527) invoca todos os tipos dezombarias políticas imorais. Seu nome entrou para o vernáculo com uma definição decididamente desagradável. Ele tem sido ultrajado por muitos, estudado por muitos outros e sem dúvida condenado publicamente por aqueles que clandestinamente praticam seus princípios. Sua filosofia política pode ser reduzida ao credo: “Os fins justificam os meios”. Maquiavel rejeitou as noções platônicas e aristotélicasdo estado ideal como fantásticas e inatingíveis. Ele também acreditava que a infusão de um ethos cristão na mistura era implacável e contraproducente. Seu trabalho mais famoso, O Príncipe, é um manual básico para o governante da renascença e tem sido estudado por todos, desde Robber Barons até os homens de Wall Street. De acordo com Maquiavel, poder e controle eram os objetivos de um príncipe, emlugar da compaixão e da justiça. A mentira era perfeitamente aceitável; discutir sobre o que seria a definição do “é” também era considerado normal. O ideal era fazer o que você quisesse e não ser pego. Inspirar respeito era uma aspiração secundária que vinha depois de instaurar o medo. Naturalmente, o argumento era justificado com a noção de que tudo era feito em prol dos cidadãos. O Príncipenão deveria ser desprovido de ética, mas ele não seria ético da perspectiva cristã. O patriotismo era a moralidade mais importante do governante e a teoria que estimulava a defesa do país, estando ele certo ou errado, significava que toda transgressão era perfeitamente aceita, era perfeitamente aceita se favorecesse os objetivos do Estado. O critério de validade do Governo não é o da legitimidade,mas o da estabilidade. Consoante a política seja uma arte prática e não uma idéia puramente teórica. Já O Maquiavelismo, batizado com esse nome por causa do filósofo político Nicolau Maquiavel, significa qualquer forma de crueldade política em que os fins justificam os meios. Ele tem uma conotação negativa atualmente e é bradado como um epíteto para atacar um oponente.

Palavras-chaves: Política,Príncipe.

SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 5
2 CONTEXTO HISTÓRICO 6
2.1 PERÍODO RENASCENTISTA 6
2.2 ITÁLIA, BERÇO DO RENASCIMENTO CULTURAL 6
2.3 FLORENÇA EM DESTAQUE 6
3 JUVENTUDE DE MAQUIAVEL 7
4 SEGUNDA CHANCELARIA 7
4.1 PRIMEIRAS MISSÕES DIPLOMÁTICAS 8
4.2 MISSÃO À CORTE FRANCESA 8
4.3 CÉSAR BÓRGIA 9
5 O IDEAL REPUBLICANO 9
5.1 CORPORAÇÃO DE OFÍCIO 9
5.2 CAPITALISMO COMERCIAL OU MERCANTE...
tracking img