Manual de planejamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 154 (38302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL
SECRETARIA DE DEFESA CIVIL
MANUAL DE PLANEJAMENTO
EM DEFESA CIVIL
VOLUME II
Antônio Luiz Coimbra de Castro
Ministro da Integração Nacional
Fernando Bezerra
Secretário de Defesa Civil
Pedro Augusto Sanguinetti Ferreira
Gerente de Projeto
Antônio Luiz Coimbra de Castro
Colaboração Técnica:
Ana Zayra Bittencourt Moura
Francisco Quixaba Filho
LélioBringel Calheiros
Maria Hozana Bezerra André
Maria Inêz Rezende Cunha
Maria Luíza Nova da Costa Bringel
Raimundo Borges
Diagramação, digitação e capa:
Marco Aurélio Andrade Leitão
CAPÍTULOS
II
I
Resposta aos Desastres
Reconstrução
CAPÍTULO I
RESPOSTA AOS DESASTRES
TÍTULO I - INTRODUÇÃO AO PLANEJAMENTO TÁTICO
1 - Generalidades
2 - Evolução Cronológica dos Desastres
3 - Desenvolvimentodo Plano de Contingência
4 - Desenvolvimento do Plano de Operações
TÍTULO II - INTRODUÇÃO ÀS AÇÕES DE RESPOSTA AOS
DESASTRES
1 - Generalidades
2 - Ações de Controle dos Sinistros e de Socorro às Populações em Risco
3 - Atividades de Assistência às Populações Afetadas
4 - Atividades de Reabilitação dos Cenários
TÍTULO III - AÇÕES DE COMBATE AOS SINISTROS
1 - Generalidades
2 - Isolamentodas Áreas de Riscos Intensificados
3 - Evacuação das Populações em Risco
4 - Controle de Trânsito
5 - Segurança das Áreas Sinistradas
6 - Controle Direto dos Sinistros
TÍTULO IV - AÇÕES DE SOCORRO
1 - Introdução
2 - Busca e Salvamento e Resgate de Feridos
3 - Primeiros Socorros
4 - Atendimento Pré-Hospitalar
5 - Atendimento Médico-Cirúrgico de Urgência
TÍTULO V - ASSISTÊNCIA ÀSPOPULAÇÕES AFETADAS
1 - Generalidades
2 - Atividades Logísticas
3 - Atividades de Assistência e de Promoção Social
4 - Atividades de Promoção, Proteção e Recuperação da Saúde
TÍTULO VI - ATIVIDADES DE REABILITAÇÃO DOS CENÁRIOS
1 - Generalidades
2 - Vigilância das Condições de Segurança Global da População
3 - Reabilitação dos Serviços Essenciais
4 - Reabilitação das Áreas Deterioradas e dasHabitações
ANEXOS
ANEXO “A” - FORMULÁRIO PARA LEVANTAMENTO DAS NECESSIDADES DE
RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS
ANEXO “B” - CANASTRA AMBULATÓRIO PARA 200 FAMÍLIAS
ANEXO “C” - FORMULÁRIO PARA LEVANTAMENTO DE ALIMENTOS QUE
PODEM SER FORNECIDOS PELO GOVERNO FEDERAL
FORMULÁRIO PARA LEVANTAMENTO DE ALIMENTOS QUE PODEM SER
SUPLEMENTADOS PELAS COMUNIDADES LOCAIS
TÍTULO I
INTRODUÇÃO AO PLANEJAMENTO TÁTICO
1- Generalidades
 Tática de Defesa Civil
A tática de defesa civil pode ser definida como a técnica e a arte de dispor os
recursos institucionais, humanos e materiais, previstos e disponíveis no terreno ou
cenário do desastre, manobrar com os mesmos e empregá-los racionalmente,
com o objetivo de responder a uma situação de desastre, que pode ser efetiva ou
iminente.
Ao contrário daestratégia, que relaciona-se com objetivos muito amplos e de
muito longo prazo, a tática é de aplicação imediata e relaciona-se com objetivos
limitados, facilmente identificáveis e atingíveis a curto prazo.
 Plano de Contingência
Denomina-se de contingência a uma situação de incerteza, quanto a um
determinado evento, fenômeno ou acidente, que pode se concretizar ou não,
durante um período de tempodeterminado.
Plano de contingência é o planejamento tático que é elaborado a partir de uma
determinada hipótese de desastre.
Em princípio, o plano de contingência deve ser elaborado com grande
antecipação, para atingir a finalidade de:
– facilitar as atividades de preparação para emergências e desastres;
– otimizar as atividades de resposta aos desastres.
 Plano de Operações
Diferente doplano de contingência, que é elaborado para responder a uma
determinada hipótese de desastre, o plano de operações é elaborado para
responder a uma situação real de desastre.
O plano de operações pode ser:
– o próprio plano de contingência, com alterações mínimas que são introduzidas
no planejamento inicial, após a realização da avaliação dos danos que
realmente ocorreram;
– um plano...
tracking img