Manifesto comunista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A base: O conjunto de forças produtivas e das relações sociais de produção de uma sociedade forma sua base ou estrutura que,por sua vez, é fundamento sobre o qual se constituem as instituições políticas e sociais.
As forças produtivas: A ação dos indivíduos sobre a natureza é expressa no conceito de forças produtivas, o qual busca apreender o modo como aquele obtém, em determinados momentos, osbens de que necessitam e, para isto, em que grau desenvolva sua tecnologia, processos e modos de cooperação, a divisão técnica do trabalho, habilidades e conhecimentos utilizados na produção, a qualidade dos instrumentos e as matérias-primas de que dispõem.
As relações de produção: O conceito de relações sociais de produção refere-se às formas estabelecidas de distribuição dos meios de produçãoe do produto, o tipo de divisão social do trabalho numa dada sociedade e em um período histórico. O modo como os homens se organizam para produzir, formas de apropriação de ferramentas, tecnologia, terra fontes de matéria-prima e de energia; quem toma decisões que afetam a produção e as diversas maneiras pelas quais os membros da sociedade produzem e repartem o produto.
A divisão social dotrabalho: Expressa modos de segmentação da sociedade, ou seja, desigualdades sociais mais abrangentes como a que decorre da separação entre trabalho manual e intelectual, ou entre “o trabalho industrial e comercial e o trabalho agrícola; e como consequência a separação entre campo e cidade e a oposição de seus interesses”.
A superestrutura jurídica, política e ideológica: Na figuram as instituiçõesjurídicas e políticas,bem como os modos de pensar,as ideologias, as filosofias e ideias religiosas que são redigidas pela classe dominante.
As classes sociais: A configuração básica de classes expressa-se num modelo de ambiguidade: de um lado os proprietários ou possuidores dos meios de produção, de outro, os que não os possuem, mas vendem sua força de trabalho.
Luta de classes: Significa umasituação de confronto explícito, expressa a existência de contradições numa estrutura classista, o antagonismo de interesses que caracteriza necessariamente uma relação entre classes.Dado que as classes dominantes sustentam-se na exploração do trabalho daqueles que não são possuidores nem proprietário dos meios de produção.
Conceito de mais-valia: Distingue o tempo de trabalho necessário durante o qualse dá a reprodução do trabalho e no qual gera o equivalente a seu salário, do tempo de trabalho excedente, período em que a atividade produtiva não cria valor para trabalhador, mas para o proprietário do capital. O valor que é produzido durante o tempo de trabalho excedente é apropriado pela burguesia.
O papel revolucionário da burguesia: A burguesia destruiu os modos de trabalho, as formas depropriedade no campo e na cidade, debilitou a aristocracia feudal e o clero, substituiu a legislação feudal, eliminou as corporações de ofício e o sistema de vassalagem que representava um obstáculo às potencialidades capitalistas.
O trabalho: O trabalhador e suas propriedades humanas só existem para o capital. Se ele não tem trabalho não tem salário, não tem existência. Só existe quando serelaciona com o capital que permite manter vivo a ele a categoria de trabalhador.
A alienação: Encontra-se no trabalho na sociedade capitalista é “o estranhamento entre o trabalhador e sua produção”.O produto torna-se independente de seu produtor,pertence a outro homem que o subjuga.



Resenha
Esta obra reflete a visão critica de Marx e Engels sobre o capitalismo, a luta e a necessidade da uniãodos proletários contra a burguesia. Publicada em 1847, às vésperas da Revolução Francesa, foi traduzida em várias línguas e transformou-se no grande acontecimento do ano. Constituindo-se num importante documento que delineava em seus pontos essenciais as bases econômicas e a luta de classe como o motor da história. Segundo seus autores, para surgir uma sociedade sem classe e sem exploração,...
tracking img