Mal de alzheimer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
OS AVANÇOS DA MEDICINA SOBRE O MAL DE ALZHEIMER
1

1
ANA CAROLINA V. OLIVEIRA
1
EDER BARBOSA DE SOUSA
1
ELCIANE ALVES DE OLIVEIRA
1
DAYMIRA DA SILVA PAULINO
1
THAYS BARBOSA RIBEIRO
2
WEVERTON SOUSA PEREIRA
STEPHANIA LUZ POLETO


1. INTRODUÇÃO
O Mal de Alzheimer trata-se de uma doença degenerativa que destrói células do cérebro lenta e progressivamente. O seu nome vem deAlois Alzheimer, um psiquiatra e neuropatologista alemão que, em 1906, foi o primeiro a descrever os sintomas assim como os efeitos neuropatológicos da doença de Alzheimer, tais como placas e entrançados no cérebro (BARROS, 2008).
A doença é uma forma de demência, mas não é necessariamente originada pelos mesmos fatores que originam as outras formas de demência, ou seja, a causa real da doençapermanece desconhecida e não existe um único teste que determine se alguém tem a doença de Alzheimer (CRUZ, 2004).
Segundo a associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz) dentro de 25 anos, 34 milhões de pessoas terão a doença por ser o tipo mais comum de demência, aparecendo cerca de 50% dos casos, e mais da metade das pessoas com essa patologia padecem do mal de Alzheimer, que é uma doençaneurodegenerativa, progressiva e irreversível para a qual ainda não existe prevenção e poucas são as alternativas de tratamento (BASTOS, 2003).
A doença de Alzheimer é muito freqüente, hoje em dia, cada vez mais pessoas desenvolvem a doença, e têm sido informadas acerca do seu diagnóstico, algumas ate mesmo não querendo ser informadas, no entanto, considera-se, geralmente, que todos deveriam ter odireito e ser-lhes dada a oportunidade de decidir se preferem tomar conhecimento ou declinar este direito (OLIVEIRA, 2011).


1. Acadêmicos do 2º ano do Curso Superior de Enfermagem - Matutino, das Faculdades Unidas do Vale do Araguaia, de Barra do Garças-MT. edersousa_22@hotmail.com.
2. Mestra e orientadora.
A doença de Alzheimer ou mal de Alzheimer é caracterizada por uma perda dasfaculdades cognitivas superiores, manifestando-se inicialmente por alterações da memória, sendo a causa mais comum de demência entre idosos, e de acordo com o CID- Classificação Estatística Internacional de Doenças, da OMS- Organização Mundial de Saúde, a doença de Alzheimer, cujo número identificador é 10, é definida como doença cerebral degenerativa primária de etiologia desconhecida (SHIMODA, 2003).O transtorno é usualmente insidioso no inicio e se desenvolve lenta, mas continuamente, durante um período de vários anos. Alguns especialistas sobre a doença destacam que o único fator de risco da Doença de Alzheimer aceito universalmente é a idade além, é claro, de predisposição genética familiar (CAMARGO, 2003).
Alguns estudiosos chegam mesmo a definir a doença como um processo deenvelhecimento acelerado trata-se, portanto, de envelhecimento anormal. Apesar de, algumas vezes, a doença aparecer logo após um período de estresse e depressão, não há qualquer relação comprovada entre estes acontecimentos e a demência (CAYTON, WARNER & GRAHAM, 2000).
De início insidioso, lento e de declínio evolutivo, o comprometimento da memória é a manifestação clínica mais marcante da demência dotipo Alzheimer (DTA). Nos estágios iniciais também se observam perdas episódicas de memória, desorientação espacial e temporal, dificuldades e perda de autonomia em atividades complexas e no aprendizado de novas informações. Alterações comportamentais costumam acompanhar essa evolução (MANFRIM & SCHMIDT, 2006).
A demência do tipo Alzheimer é conceituada como uma síndrome clínica caracterizadapelo declínio progressivo em múltiplos domínios cognitivos como memória, linguagem, agnosia, praxia e funções executivas, comprometendo o funcionamento social e ocupacional do indivíduo. O grau de comprometimento varia de paciente para paciente e também de acordo com o tempo e evolução da doença. Porém, na fase final este se torna totalmente dependente de cuidados (MANFRIM & SCHMIDT, 2006).
O...
tracking img