Luto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (779 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Com as mudanças sociais e culturais surgiram novos modelos familiares, provocando o luto da família idealizada.
A família e seus integrantes passam ou passarão por situações de perda, sejamestas naturais ou não-naturais. A realidade brasileira, por sua vez, amedronta e torna essa questão cada vez mais próxima: violência, homicídios, acidentes automobilísticos, dentro outros. Contudo,estamos habituados à institucionalização da morte, distanciando-a da nossa família e transformando-a em tabu.
A morte passou então a significar fracasso na contemporaneidade (Franco, 2007).No ambiente terapêutico é de fundamental importância abordar o tema luto nas terapias familiares. O terapeuta deve compreendê-lo e contextualizá-lo.
Segundo Bowlby (1997), o luto é uma respostaao rompimento de um vínculo significativo para o indivíduo.
Quando as perdas ocorrem em uma família, o processo de luto vivido por cada integrante poderá não ser consonante, pois as perdasafetam cada um a seu modo.
Quanto às diferenças nas reações individuais às perdas, há duas classificações: o luto crônico, prolongamento indefinido nas reações de luto e o luto inibido, em que nãohá reação ao longo do tempo. A distinção entre ambos poderá ser feita na temporalidade, já que as reações podem surgir a qualquer momento.
Os autores classificam também o luto normal,referindo-se a um “padrão” de intensidade e duração dos fenômenos.
Diversas reações podem ocorrer no processo de luto, tais como raiva, ansiedade, pensamentos intrusivos, etc., sendo que cada indivíduoda família pode ter posturas diferentes.
Entretanto, tem-se, freqüentemente, uma visão negativa da conseqüência do luto nas famílias e, na verdade, nem sempre é assim, pois há também umafuncionalidade do luto, um processo considerado saudável, normal ou funcional, permitindo uma nova organização do sistema familiar a partir da perda.
Assim também como existe o luto disfuncional....
tracking img