Lutero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (320 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Alfenas

Disciplina de História da Enfermagem

Título: “Lutero”
Aluna: Angela Pereira de Sousa

Lutero se tornou padre,quando prometeu para "Deus" que se tornaria servo se "ELE" não atingisse um raio em sua cabeça. Mas o alemão Lutero tinha problemas com sua fé, tinhas idéias que o demônio o atormentava comidéias. Seu superior o mandou a Roma, lá viu o comercio, a prostituição entre o clero, e a exploração financeira de quem não tinha nem o que comer. A partir desse dia Lutero, começou a pregar que Deussalva pela fé, e não pelas indulgências ou peregrinações a lugares considerado sagrados. O príncipe local, interessou-se pelo o que Lutero tinha que dizer,mas isso causou grande reboliçoquando o povo não comprou mais as indulgencias delegada pela igreja. Lutero e seu superior foi chamado para "esclarecer" o que ele pensava, o que na realidade a igreja queria que Lutero negasse essaidéia revolucionaria de enriquecimento da igreja, o qual se negou e começou a escrever livros sobre os atos mais repudiados que a igreja fazia a população, nisso ele foi acusado de heresia. Poresse motivo sofreu julgamento, não negando em nenhum momento seus livros. Após ser julgado Lutero continuou seus ataques ao clero, então o papa pediu que se retratasse, porém Lutero não dandoatenção ao pedido do papa, acabou por ser excomungado no ano de 1520, em seguida sequestrado pelo príncipe de sua região (antiga), onde ficou em exílio. Condenado pelo imperador Carlos V,refugiou-se em um castelo onde fez a tradução da Bíblia, que é considerada uma das maiores obras literárias do mundo. Casou-se com uma ex-freira, Catarina de Bora, e morreu em 1546. As doutrinas deLutero propagou rapidamente e os camponeses aproveitaram as mudanças e se revoltaram contra seus senhores queimando castelos, igrejas e conventos, pretendendo reformas sociais em nome da religião.
tracking img