Logistica - transporte de cargas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2901 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Transporte de cargas – Hidroviário

1 – Introdução

Hidrovias são caminhos pré-determinados para o trafego aquático. É bastante usada em países desenvolvidos para transportes de grande volumes a longas distancias, pois e o meio de transporte mais barato que rodovias e ferrovias.
Este modo de transporte cobre o essencial das matérias primas (petróleo e derivados, carvão,minério de ferro, cereais, bauxita, alumínio e fosfatos, entre outros). Paralelamente a estes transportes a granel, o transporte aquático também cobre o transporte de produtos previamente acondicionados em sacas, caixotes ou outro tipo de embalagens, conhecidos como carga geral.
A partir de meados da década de 1960 desenvolveu-se um novo tipo de mercado de transporte aquático, o docontentor (português europeu) ou contêiner (português brasileiro). De um formato padronizado (20 ou 40 pés), estas embalagens revolucionaram não só o transporte propriamente dito, mas também toda a cadeia logística, desde o produtor ao consumidor. Os transportes rodoviário, ferroviário e, mesmo, aéreo, adaptaram-se de modo a fazer dos contentores uma unidade de transporte intermodal. A mercadoria, umavez colocada no contentor, não sofre mais nenhum manuseamento directo até ao seu destinatário final (com excepção de qualquer fiscalização aduaneira). O que é manuseado é apenas o contentor e não o conteúdo.
No Brasil, apesar das grande bacias hidrográficas existentes, as hidrovias não são muito utilizadas. O pais optou por transportes rodoviários e construindo grandes rodovias paralelas alocais navegáveis que diminuiriam o custo dos transportes.
Grande parte das bacias Amazônica e do Paraguai são perfeitamente navegáveis, mas em alguns trechos há a necessidade de correções para a utilização. Outro fator que contribui para a pouca utilização das hidrovias brasileiras são os custos cobrados por tonelada no embarque e no desembarque que aumenta em cinco vezes e o valor dostransportes em relação aos países desenvolvidos.

2 – Características

Quando o assunto é transporte, as hidrovias são apontadas como alternativas de menor custo e impacto ambiental do que rodovias e ferrovias. Construir, ampliar e interligar hidrovias a outros meios de transporte são metas que fazem parte da proposta estabelecida pela Iniciativa de Integração de Infra-estruturaRegional Sul-americana (IIRSA).
As hidrovias, uma alternativa sempre lembrada dadas as condições privilegiadas da rede fluvial nacional, pouco se desenvolveram. A navegação fluvial nunca foi bem aproveitada para o transporte de cargas. Em 1994, a malha hidroviária participava com apenas 1% do transporte de cargas.
Entre os fatos de maior repercussão no transporte marítimo no século XXdestacam-se:a
• substituição do carvão pelo petróleo como combustível.
• Falta de abertura de canais e interligação com outros modais.
O modal aquaviário é fundamental para promover e integrar o país interna e externamente. Afinal, são oito bacias com 48 mil km de rios navegáveis, reunindo, pelo menos, 16 hidrovias e 20 portos fluviais sendo o Porto de Paranaguá osegundo maior do país destacando-se pela grande exportação de soja.

Características importantes do transporte hidroviário:

1. Produtos típicos transportados: granéis (baixo valor agregado) e não perecíveis;
2. Baixo custo de transporte, quando em grande quantidade;
3. Mais seguro;
4. Eficiência na carga e descarga;
5. Necessidade complementar de transporte (Ex: doRio Tietê para o Porto de Santos;
6. Risco de acidente das embarcações;
7. Os caminhos da hidrovia já foram desenhados pela natureza;
8. Tamanho do comboio a ser analisado – transposição de canais e eclusas, desmembramento e gabarito;
9. Utilizado mais através de serviço com terceiros do que com serviços próprios;
10. Poluição ao meio ambiente – além das embarcações acabarem...
tracking img