Livros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1636 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA: O SEGREDO DE LUÍSA

Página 1 de 3

29 de abril de 2006, às 15h57min

RESENHA: O SEGREDO DE LUÍSA
Por Ednilson

RESENHA: O SEGREDO DE LUÍSA EDNI LSON BARBOSA DE OLI RA (G – FACULDADES NOBEL) VEI Fernando Dolabela. Mineiro e pai de três filhos, é pós-graduado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV - São Paulo) e Mestre em administração pela Universidade Federal de Minas Gerais(UFMG). É também c onsultor do CNPq, empresário e diretor da FUMSOFT. Autor do livro “OFI NA DO CI EMPREENDEDOR” e “O SEGREDO DE LUÍSA” entre outras tantas obras esc ritas e public adas nos mais importantes c ongressos da área. É c riador do software de plano de negóc “MAKEMONEY”. ios Com a obra O SEGREDO DE LUÍSA, Dolabela tem c omo objetivo c ontribuir para a esc assa literatura existentesobre o assunto empreendedorismo, e também disseminar a idéia deste, orientando pessoas que busc abrir seu próprio negóc Dividida em c o partes a obra am io. inc apresenta desde a motivação e a desc rição do perfil empreendedor de Luisa, até a c onsolidação do seu empreendimento. Apresentando o estudo de merc ado que ela faz, seu projeto de organização da empresa, passando por uma análisefinanc eira de viabilidade do negóc Moradora de Ponte Nova (MG), Luísa, que io. desde jovem trabalhava c Fernanda, sua tia-madrinha, e por quem tinha profunda admiração. om Era estudante de Odontologia e namorada de Delc ídio, este que por sua vez não demonstrava grande interesse nos estudos de Luísa, que se davam em Belo Horizonte. Segundo Bernhoeft (1997, p. 23), “Existem pessoas queapresentam c arac terístic as empreendedoras desde muito c edo”. A estória de Luísa evidenc esta realidade ac ia ima desc rita. Luísa, espelhando-se nos negóc de Fernanda, passa a vislumbrar um novo futuro para sua vida: ios Abrir seu próprio negóc – Goiabadas Maria Amália Ltda (GMA). Fernanda, no iníc não enc io io oraja Luísa, porém passa a perc eber que ela tem dentro de si um espíritoempreendedor e c omeça a ajudá-la. Através de uma indic ação de uma amiga, Luísa c onhec o professor Pedro, do c e urso de c omputação, que passa a orientá-la. Após as primeiras c onversas que tem c Pedro, Luísa senteom se mais c onfusa sobre o que realmente pretendia fazer, pois Pedro não respondeu às suas perguntas, ao c ontrário, levantou vários questionamentos sobre a empresa que Luísa queriainic iar. Ele ac onselhou-a que fizesse um plano de negóc ios. Sugeriu também que c onversasse c om pessoas de sua família, e falasse c pessoas experientes, que já possuíssem algum tipo de om negóc Sugeriu um “padrinho”, que se possível, fosse um empresário para que a ajudasse a io. montar o negóc Luísa, atendendo os c io. onselhos de Pedro, proc o seu André, proprietário de ura uma fábricde doc – Bisc a es oitos Santa Luzia. Ela, preoc upada em sensibilizá-lo quanto ao seu projeto, sente-se pressionada c perguntas que ele faz, quanto ao c om omprometimento c o om projeto. Ela diz a ele que está deixando uma c arreira de dentista, inc lusive c emprego garantido om para dedic ar-se ao seu empreendimento. Seu André, c onvenc pelo argumento de Luísa, ido demonstra interesse emajudá-la, e eles elaboram um plano de trabalho, inc lusive c c om ronograma ios, porém, lembrando das palavras de seu e prazo. Luísa c omeça então a fazer seu plano de negóc André, que disse, que o estudo de viabilidade do negóc poderia sinalizar, inc io lusive, que o negóc io poderia não ser interessante, não ser viável financ eiramente. Porém, ela prec isava c omeçar, c aso c ontrário,nunc saberia. Já, c o plano elaborado, Luísa se dá c a om onta de que somente o produto c seu sabor agradável, não seriam garantia de suc om esso. Era nec essário identific também um ar direc ionamento para o seu negóc Qual seria o nic de merc io. ho ado que exploraria. Seu produto o. deveria ter algo diferente, algo que o fizesse únic Quais seriam os pontos de vendas, o design, o...
tracking img