Livro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 58 (14311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Quem é o Povo no Brasil? Nelson Werneck Sodré (27/04/1911—13/01/1999) Fonte digital Digitalização de Cadernos do Povo Brasileiro - 2 [Exemplar Nº 2113] Diretores: Álvaro Vieira Pinto Ênio Silveira Civilização Brasileira, Rio, 1962 [julho] Capa: Eugênio Hirsch - © Versão para eBook eBooksBrasil © 2008 — Nelson Werneck Sodré NOTA: Não é cópia digitalizada do original, mas uma transcrição. Foramconservados dados considerados essenciais a um documento histórico USO NÃO COMERCIAL-VEDADO USO COMERCIAL

Quem é o Povo no Brasil?

OBRAS DO AUTOR História da Literatura Brasileira, S. Paulo, 1938 — 2ª ed. Rio, 1940 — 3ª ed. Rio, 1960 — Panorama do Segundo Império, S. Paulo, 1939 — Oeste, ensaio sobre a grande propriedade pastoril, Rio, 1941 — Orientações do Pensamento Brasileiro, Rio, 1942 —Síntese do Desenvolvimento Literário no Brasil, S. Paulo, 1943 — Formação da Sociedade brasileira, Rio, 1944 — O que se Deve Ler para Conhecer o Brasil, Rio, 1945 — 2ª ed. ed. Rio, 1960 — História do Vice Reinado do Rio da Prata, Rio, 1947 — A Campanha Rio-grandense, Rio, 1950 — O Tratado de Methuen, Rio, 1957 — As Classes Sociais no Brasil, Rio, 1957 — Raízes Históricas do NacionalismoBrasileiro, Rio, 1958 — Introdução à Revolução Brasileira, Rio, 1958 — Narrativas Militares, Rio, 1959 — A Ideologia do Colonialismo, Rio, 1960 — Breve História do Brasil, Buenos Aires, 1962 — Formação Histórica do Brasil, S. Paulo, 1962. A aparecer História da Propriedade no Brasil — A Propriedade da Terra — História da Sesmaria — Memórias de um Soldado.

Ë1',&(

Conceito de Povo Conceito de Povo noBrasil Povo e Poder

&21&(,72 '( 3292

Poucas palavras têm um emprego tão freqüente quanto a palavra povo. Na linguagem política, nenhuma a excede em uso. “Vontade do povo”, “interesse do povo”, “defesa do povo”, são expressões correntes, repetidas por quantos falam e escrevem. Como o ato político por excelência, nas democracias do tipo do Brasil, é o ato eleitoral, — quando são escolhidos os“representantes do povo”, — a realização desse ato, dos preliminares à apuração de resultados, corresponde a um período em que o consumo da referida palavra é mais intenso: todos os interessados dizem dirigir-se ao povo, apelam para o povo, proclamam os direitos do povo. Esse uso imoderado, embora natural nas condições em que vivemos, por parte de pessoas as mais variadas, e dirigindo-se, também,aos grupos mais variados, deu à palavra povo uma significação tão genérica que a despojou de qualquer compromisso com a realidade. Na boca ou na pena dos homens públicos, hoje, — e claro está que isso não acontece somente no Brasil, — povo é uma abstração. Cada um é livre de atribuir à palavra povo o significado que bem imaginar. E, particularmente, incluir-se em pessoa naquilo que imagina ser opovo. Mesmo na linguagem política, — e é no plano político que o seu uso tem importância, — aquela palavra mágica, refrão a que todos se apegam, fórmula para todos os problemas, sésamo para todas as portas, não tem limitações, contorno, características. Expressa, de modo vago aliás, todos os que participam da vida política, e mesmo a maioria dos que dela não participam. Ninguém aceitaria a suaprópria exclusão do campo a que se aplica o letreiro povo. Todos se consideram povo. Uma

secreta intuição, entretanto, faz com que cada um se julge mais povo quanto mais humilde a sua condição social: é este um título, aliás, — e o único, — de que os desfavorecidos da sorte não abrem mão. Eles nada possuem, mas por isso mesmo orgulham-se de ser povo. Esse orgulho corresponde, espontaneamente, aosentido da definição que liga o conceito de povo à situação econômica dos grupos, camadas ou classes sociais. Algumas correntes, realmente, interpretando os fatos políticos, identificam o povo com os trabalhadores, e admitem que os trabalhadores constituem as massas populares, ou a sua maioria, sendo desprezíveis, no conjunto daquelas massas, os não trabalhadores. Outros, mais rigorosos, aceitam...
tracking img