Lipossomas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3090 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Lipossomas em formulações dermocosméticas
M. CHORILLI1 G.R. LEONARDI2 A.G. OLIVEIRA1 M.V. SCARPA1 1. Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Ciencias Farmacêuticas (UNESP), Araraquara (SP). 2. Farmacêutica, docente do Curso de Farmácia da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), Piracicaba (SP). Autor responsável M.V. Scarpa. E-mail: scarpamv@fcfar.unesp.brINTRODUÇÃO Os lipossomas têm sido amplamente utilizados como veículo em fórmulas dermocosméticas, em razão de que sua estrutura proporciona a encapsulação de substâncias ativas hidrofílicas e lipofílicas, visto serem constituídos por compostos anfifílicos (FENDLER, 1982; OLIVEIRA & SCARPA, 1992; OLIVEIRA, 1993; OLIVEIRA, SCARPA & LEITE, 1997). Compostos anfifílicos caracterizam-se por possuir em suaestrutura uma região polar (iônica ou não) e uma região apolar, a qual pode ser representada por uma ou mais cadeias hidrocarbônicas com mais de oito grupos metilênicos (Figura 1).

Em concentração acima da concentração micelar crítica (CMC) e em presença de excesso de água, tais compostos podem formar diferentes tipos de agregados supramoleculares, como micelas, monocamadas, multicamadas,microemulsões e lipossomas (FENDLER, 1982; ISRAELACHVILI, 1991). Várias moléculas com características anfifílicas, contendo duas cadeias carbônicas, incluindo desde fosfolipídios naturais até compostos totalmente sintéticos, podem ser utilizados como elementos estruturais de lipossomas (Figura 2) e, por sua vez, o método de preparação pode ser desenhado de modo a controlar o tamanho e a morfologia dosagregados (LASIC & MARTIN, 1989).

Figura 1 - Estrutura química de um composto anfifílico.

Figura 2 - Estrutura química da Dimiristoilfosfatidilcolina (DMPC), anfifílico estrutural de lipossomas.

Infarma, v.16, nº 7-8, 2004

75

Os lipossomas são constituídos de uma ou mais bicamadas concêntricas, separadas por fases aquosas e englobando um compartimento aquoso interno (Figura 3).Esses sistemas organizam-se na presença de água, sendo que, em parte, a orientação de bicamada é determinada pela natureza dos grupos polares e das cadeias carbônicas (ISRAELACHVILI, 1991).

Dessa forma, a concentração total de lipídios, o volume interno e as dimensões do lipossoma influenciam diretamente a encapsulação das substâncias, independentemente de seu grau de polaridade. O ideal é autilização de princípios ativos em concentrações que não excedam o limite de saturação dos mesmos no compartimento aquoso (para substâncias polares) ou nas bicamadas lipídicas (para substâncias apolares) (LIMA, 1995). LIPOSSOMAS EM DERMOCOMÉTICA Na área dermocosmética, os lipossomas vêm sendo utilizados, tanto para aumentar a incorporação de substâncias ativas às células, quanto como veículo paraliberação controlada de princípios ativos (MAGDASSI, 1997; HAYWARD & SMITH, 1990; SUZUKI & SAKON, 1990). Eles têm sido empregados na prevenção da queda de cabelos, promoção do crescimento capilar, desaceleração do processo de envelhecimento da pele, clareamento da pigmentação cutânea e prevenção e tratamento da lipodistrofia ginóide (DI SALVO, 1996; SUZUKI & SAKON, 1990). As principais vantagens doemprego de lipossomas para a administração de agentes dermocosméticos são o fato de que podem transportar substâncias hidro e lipossolúvis; apresentam alta afinidade pelas membranas biológicas, são constituídos de anfifílicos naturais biocompatíveis e biodegradáveis, além de acentuarem a hidratação natural da pele e cabelo (CITERNESI & SCIACCHITANO, 1995). Devido à sua estrutura de bicamada,semelhante à estrutura das membranas celulares, eles são capazes de interagir profundamente com as células do organismo. Vários tipos de interações de lipossomas com células da corrente circulatória foram descritos, tais como transferência ou troca de lipídios, endocitose, fusão, etc. (Figura 5).

Figura 3 - Estrutura de lipossomas unilamelar e multilamelar.

Segundo LASIC (1988), os lipossomas...
tracking img