Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1955 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A SURDEZ AO LONDO DA HISTORIA
"Que importa a surdez do ouvido se o espírito continuar a ouvir?
A verdadeira e incurável surdez é a surdez do espírito."
Vítor Hugo

INTRODUÇÃO
A educação do surdo só pode ser compreendida a partir de uma perspectiva mais ampla que abranja a sua história e que mostre quais as fundamentações teóricas, filosóficas, políticas e ideológicas que a embasaramdesde o seu início. Nosso espaço aqui é pequeno para podermos nos aprofundar nestes aspectos, mas tentaremos, ainda que de uma forma resumida, abordar a história e as suas consequências na educação do surdo.
HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO DO SURDO
A procura da língua perfeita
Muitas experiências foram feitas para aferir a origem das palavras, ou qual a mais antigas das línguas. Segundo a narração deHeródoto (Torres Gallardo 1999: 30-31), o faraó Psamético I, interessado em descobrir a mais antiga das línguas, confiou dois recém-nascidos a um pastor a quem deu a ordem de educar as crianças sem lhes dirigir a palavra. O rei proibiu toda e qualquer comunicação oral com elas. Dessa forma, pensava o rei, as primeiras palavras que as crianças pronunciariam seriam da língua mais antiga do mundo.Volvidos alguns anos, o pastor informou o rei que as crianças apenas pronunciaram a palavras “bekos”. Após algumas investigações descobriu-se que “bekos” significava “pão” em frígio, logo o frígio seria a mais antiga das línguas.



Antiguidade (4000a.C. - 476d.C.)
São escassos os autores da antiguidade clássica, que se debruçaram sobre a surdez. O médico Galeno (131dc-200dc) observa que osnados surdos eram invariavelmente incapazes de falar que o leva a concluir aparelho auditivo e o aparelho fonológico estavam ligados entre si. No diálogo socrático Crátilo, uma reflexão platónica sobre a linguagem, encontra-se a seguinte passagem:

´´Se não tivéssemos voz nem língua e ainda assim quiséssemos expressar coisas uns aos outros, não deveríamos, como aqueles são mudos,esforçar-nos para transmitir o que desejássemos dizer com as mãos, a cabeça e outras partes do corpo?’´ (citado por Sacks 2002: 29)

Muito pouco se sabe acerca da vida de um surdo durante a antiguidade. Em Esparta as crianças surdas eram atiradas do cimo do monte Tayjetos. Na Roma antiga, assim que se soubesse que a criança era surda a lei permitia que fosse afogada no rio Tibre desde que tivesse menosde 3 anos de idade (Haguinara-Cervellini 2003: 30). Os sacerdotes egípcios e assírios faziam as suas presciências através da observação e análise do ouvido interno dos indivíduos. No entanto, recusavam a análise aos surdos que tivessem o aparelho auditivo danificado, pois eram considerados seres sem alma.
Imagina-se que existem surdos desde o começo da humanidade, e com eles surgiu a línguados sinais, que nasceu da necessidade de comunicação dessas pessoas. O tratamento oferecido a pessoas surdas esteve diretamente relacionado aos fatos que marcaram a história da humanidade, bem como os valores e crenças mantidos pela comunidade. Através dos estudos destes fatos, pode-se perceber que a pessoa surda nem sempre foi respeitada por sua diferença, vista como uma ''anormalidade'' dentro deuma sociedade majoritariamente ouvinte
Para os Romanos, os surdos que não falavam não tinham direitos legais, não podiam fazer testamentos e precisavam de um curador para todos os seus negócios. Eram considerados incapazes de gerenciar seus atos, perdiam sua consição de ser humano e eram confundidos com o retardado.
Os gauleses os sacrificavam ao deus Teutates por ocasião da festa doAgárico. Em Esparta os surdos eram jogados do alto dos rochedos. Em Atenas eram rejeitados e abandonado nas praças publica ou nos campos.
A igreja católica até a Idade Média acreditava que os surdos não tinham almas, por isso, não poderiam ser considerados imortais porque esses cidadãos não podiam falar em sacramentos.
Os surdos foram maltratados ao longo da história. Foram vítimas de...
tracking img