Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1709 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Propostos didáticos pedagógicos elaborados especialmente para a inclusão social de surdos

Este trabalho tem como objetivo fazer uma breve reflexão sobre o tema estudado ,portanto usando os cincos modelos educacionais que são :

- ORALISMO,
- COMUNICAÇÃO TOTAL
- BILINGÜISMO.
- PEDAGOGIA DO SURDO
- MEDIAÇÃO INTERCULTURAL

O Oralismo e suas estratégias
.A modalidade oralista baseia-sena crença de que é a única forma desejável de comunicação para o sujeito surdo, e a língua de sinais deve ser evitada a todo custo porque atrapalha o desenvolvimento da oralização.assim a língua brasileira de sinais foi banida e 1880 impondo ao povo surdo o Oralismo.Um exemplo e o uso do oralismo como recurso que usa o treinamento da fala,leitura labial e outros.

O TREINAMENTO AUDITIVO
ODESENVOLVIMENTO DA FALA
A LEITURA LABIAL

- O treinamento auditivo: estimulação auditiva para reconhecimento e discriminação de ruídos, sons ambientais e sons da fala, geralmente fazem
treinamento com as aparelhagens como AASI, e outros.
AASI: é o aparelho de amplificação sonora individual, que aumenta os
sons, possibilitando que o sujeito com surdez consiga escutar.
- O desenvolvimento dafala: exercícios para a mobilidade e tonicidade dos
órgãos envolvidos na fonação, lábios, mandíbula, língua etc, e exercícios de
respiração e relaxamento,
- A leitura labial: treino para a identificação da palavra falada através da
decodificação dos movimentos orais do emissor
.
O Bilingüismo e sua aproximação do cultural
A modalidade Bilíngüe é uma proposta de ensino usada por escolas
que sesugerem acessar aos sujeitos surdos duas línguas no contexto escolar. Pesquisas tem apontado que esse método e o mais adequado levando em conta que primeiro é ensinado a língua de sinais e depois o português
Na ideologia de bilingüismo as crianças surdas precisam ser postas em
contato primeiro com pessoas fluentes na língua de sinais, sejam seus pais,
professores ou outros.
SKLIAR (1998-b)apresenta quatro
diferentes projetos políticos que sustentam e subjazem à educação bilíngüe
para surdos:
* O bilingüismo com aspecto tradicional
* O bilingüismo com aspecto humanista e liberal
* O bilingüismo progressista
.
POLÍTICAS DE INCLUSÃO E EXCLUSÃO SOCIAIS E EDUCACIONAIS

Está havendo uma política ‘inclusão’, a sociedade começa a perceber a existência de povo surdo eprocura se informar melhor para recebê-los de forma adequada e os próprios surdos começam a exigir seus espaços, sua representação de diferença cultural e sobre tudo seu direito de ser reconhecido .
o processo de inclusão não ocorre somente nas escolas, pode ocorrer também nos restaurantes, nos shoppings, nos trabalhos, nos órgãos públicos, nas lojas, nas igrejas e em outros ambientes deinteração humana.
O que é Inclusão?
o significado da palavra
incluir: “ incluir seria conter em si, compreender, fazer parte” (FERREIRA,
1993, p.310)

Como começou a política de inclusão de surdos nas escolas de
ouvintes?
No ano de 1994, os representantes de mais de oitenta países se reúnem
na Espanha e assinam a Declaração de Salamanca, um dos mais importantes
documentos de compromisso degarantia de direitos educacionais.
Este documento declara as escolas regulares inclusivas como o meio
mais eficaz de combate à discriminação e ordena que as escolas devam
acolher todas as crianças, independentemente de suas condições físicas,
intelectuais, sociais, emocionais ou lingüísticas.
A política evidenciada na Declaração de Salamanca foi adotada na
maioria dos países e na elaboraçãoda Lei de Diretrizes e Bases da Educação
(lei nº 9394/96)
Muitos especialistas alimentam os discursos de inclusão; sem
perceberem as conseqüências deste processo que só tem contribuindo ainda mais para a frustração educacional dos sujeitos surdos. Estes especialistas
não têm nenhuma experiência na prática em sala de aula com os sujeitos
surdos acabando em colocarem-nos no mesmo patamar...
tracking img