Libras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1864 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO


A comunicação é sem sombra de dúvidas uma das maiores necessidades do ser humano, e comumente utilizamos a linguagem oral e escrita. Assim, podemos dizer que a linguagem é naturalmente humana. É através dela que manifestamos nossos pensamentos, expressamos nossos sentimentos, registramos fatos e acontecimentos estruturando significados e sentidos para que outro indivíduo possa noscompreender.
A língua é um fator indispensável ao desenvolvimento dos processos mentais. Entende-se por “língua” não só um meio de comunicação, mas um dos principais instrumentos de desenvolvimento dos processos cognitivos do homem. Como vimos na matéria de Didática Geral, Vygotsky diz que a linguagem não depende somente dos meios que utilizamos, mas também do uso efetivo dos signos ou qualquerforma de gesto que possa assumir papel correspondente ao da fala.
No contexto da atual sociedade, há várias discussões sobre a educação e socialização do indivíduo surdo.
Os surdos não são deficientes intelectuais, mas podem tornar-se deficientes pelas condições impostas pela sociedade. A Língua de Sinais ainda é considerada por muitos profissionais apenas como gestos simbólicos, como umaforma de comunicação alternativa para os surdos.
A incorporação de uma Língua de Sinais é extremamente necessária para que os portadores de surdez tenham condições mais propícias para expandirem suas relações interpessoais, para que, como vimos no vídeo apresentado, não se sintam estranhos neste mundo, desprezados e isolados, o que pode afetar psicologicamente esses indivíduos, diminuindo aschances de um bom desempenho em várias esferas da integração social.






A EDUCAÇÃO DA CRIANÇA SURDA


O propósito da educação dos surdos é que estes possam desenvolver seu pensamento, adquirir conhecimentos e se comunicar com o mundo ouvinte.
A sociedade atual ainda desconhece que o ideal seria que uma criança surda aprendesse primeiramente a Língua de Sinais e depois a língua nativa.Vários autores e estudiosos defendem que a aprendizagem prévia da Língua de Sinais facilitaria a aquisição da língua escrita. Porém, essa lógica ainda encontra algumas barreiras, pois a maior parte das crianças surdas são filhas de pais ouvintes, que também ignoram a importância do uso da Língua de Sinais para a educação de seus filhos. Outra barreira é a de que as propostas curriculares atribuemvalor apenas à norma padrão da língua portuguesa, esquecendo-se da diversidade linguística que temos como índios e imigrantes. Professores surdos que poderiam ajudar no planejamento e na elaboração de projetos políticos educacionais ainda estão em processo de formação.
Crianças que ainda não se adaptaram à Língua de Sinais apresentam maiores dificuldades na aprendizagem. Mais uma razão quemostra claramente que a Libras é, ou pelo menos deveria ser, a língua materna dos surdos. Não pelo fato de ser a língua natural deles, mas sim pelo fato de os surdos terem dificuldades para adquirir qualquer língua natural. O indivíduo surdo precisa apenas de um tipo de língua onde possa perceber e fornecer informações podendo assim enriquecer seu potencial linguístico e por razão deste, desenvolveroutros potenciais para se sentir participativo e atuante em uma sociedade. Tendo contato com a Libras desde bebê, o ensino da Língua nativa seria facilitado pela vivência de um funcionamento simbólico cognitivo já adquirido.










PROPOSTA DE PROJETO PEDAGÓGICO


Todo Projeto Pedagógico de uma escola inclusiva, deveria ter a Língua de Sinais como ponto importante e surdos adultoscomo interlocutores do processo de aquisição da linguagem.
Várias questões referentes às teorias e práticas de ensino para alunos surdos tem sido levantadas. Os profissionais envolvidos com pessoas com necessidades educacionais especiais passaram a debater os fundamentos e as possibilidades de inserção educacional dessas pessoas. Ainda existe a exclusão social, mas já podemos perceber que nos...
tracking img