Ley de taylor /fayor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2305 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
3Taylor e o movimento da Administração Científica

A administração cientifica é o nome que recebeu por causa da tentativa de aplicação dos métodos da ciência industrial.sua preocupação original foi tentar eliminar o fantasma do desperdício e das perdas sofridas pelas industrias americanas e elevar os níveis de produtividade por meio da aplicação de métodos de técnicas de engenhariaindustrial.
Frederick Winslow Taylor foi o criador e participante mais destacado do movimento da administração científica. Seu trabalho junta-se ao de outras pessoas que, na mesma época, compartilhavam esforços para desenvolver princípios e técnicas de eficiência, que possibilitassem resolver princípios e técnicas de eficiência, que se possibilitassem resolver os grandes problemas enfrentadospelas empresas industriais. Apesar de nem todos trabalharem simultaneamente em um mesmo grupo, essas pessoas são consideradas todas participantes do movimento da administração científica.Taylor é a figura mais importante desse movimento não apenas pela natureza de suas contribuições, mas também porque muitos o reconheciam como sua liderança.
Taylor nasceu em 1856, na Pensilvânia, filho de umafamília abastada. Apesar disso e de ter sido aprovado no exame de admissão da Escola de Direitos de Harvard, Taylor tornou-se trabalhador manual. Dizem seus biógrafos que tomou essa decisão porque os estudos haviam prejudicado sua visão. Há quem conteste essa versão, afirmando que Taylor rejeitava a Idéia de ser advogado como seu pai. De qualquer modo, sua visão não impediu de vencer ocampeonato americano de tênis em duplas de 1881.
Entre 1874 e 1878, ele trabalhou para uma empresa fabricantes de bombas hidráulicas, onde aprendeu o ofício de torneiro. Foi também nessa empresa que começou a observar o que considerava má administração, ‘’corpo mole’’ dos funcionários e relações de má qualidade entre os trabalhadores e os gerentes. Em 1878, ingressou na Midvale Steel, uma usinasiderúrgica, na qual passou 12 anos, começando como trabalhador e terminando como engenheiro-
6
chefe. Nesse período, retomou seus estudos, desta vez em engenharia.
Também começou a desenvolver os primeiros de uma série de muitos aprimoramentos técnicos. Taylor era umengenheiro brilhante, tendo pateteado muitas invenções.
Foi na Midvale que observou os problemas das operações fabris (que encontramos em algumas empresas ate hoje). Por exemplo.

• A administração não tinha noção clara da divisão de suas responsabilidades com o trabalhador.
• Não avia incentivos para melhora o desenvolvimento dos trabalhadores.
• Muitos trabalhadores não cumpriam suasresponsabilidades.
• As decisões dos administradores baseavam-se na intuição e no palpite.
• Não havia integração entre os departamentos e da empresa.
• Os trabalhadores em tarefas para as quais não tinham aptidão.
• Os gerentes pareciam ignorar que a excelência no desempenho significaria recompensas, tanto para eles próprios, quanto para a mão-de-obra.
• Havia conflitos entre capatazes e operáriosa respeito da qualidade da produção.
Ao longo de sua carreira, Taylor procurou resolver esses e outros problemas que eram e continuam sendo comuns nas empresas. De suas observações e experiências, ele começou a desenvolver seu sistema de administração de tarefas, mais tarde conhecido como sistema Taylor, taylorismo e, finalmente, administração cientifica.
Entre 1890 e 1993, Taylor foigerente geral de uma empresa fabricante de papel. Quando deixou essa empresa, estabeleceu-se como consutor. Em seu cartão de visitas, propunha-se ‘’ sistematizar a administração do chão de
7
fabrica’’. Em 1893, foi trabalhar exclusivamente na Bethlem Steel , na...
tracking img