Leitura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1060 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIOLI, Ana Lucia. GUIMARAES, Tânia Maria Maciel.STRAUB. Ilário. Repensando a educação Especial: contexto, legislação, paradigma e o refazer pedagógico. CEACD. Sinop: 2003, p. 64-75 ;Figueiredo.Rita Vieira. GOMES. Adriana L. Limaverde. Atendimento educacional especializado deficiente mental, p. 45-68; SASSAKI.Romeu Kazumi. Inclusão: Construindo uma sociedade para todos. Rio de janeiro 1997, p.111-127

A inclusão do Deficiente Mental: e seus desafios na aprendizagem

O estudo dos textos revela que, historicamente, até o século XVI, não existia a preocupação da sociedade em oferecer atendimento às pessoas consideradas “diferentes” dos ditos “normais”. 
Se adentrarmos a fundo na história anterior ao século XVI, certamente ficaremos horrorizados com a tamanha injustiça feita com aspessoas que nasciam com algum tipo de deficiência ou diferença. Tais pessoas eram estupidamente taxadas possuidoras de maus espíritos. Jogadas à própria sorte, pois se acreditava que era uma obra maligna. Não havia nenhuma preocupação por parte da sociedade em dar assistência a essas pessoas.
Uma grande parte da sociedade em alguns países começaram a tomar conhecimento de mudar o enfoque, para queas pessoas com deficiência, pudessem ter participação igualitária de oportunidades. Hoje a educação inclusiva é realidade em muitos países.
A partir de então, conforme foram ocorrendo às mudanças na organização das sociedades começaram a ter mais zelo para com as pessoas com deficiência. E, foi durante o século XX, que as instituições sociais estenderam o atendimento especializado a este grupo deexcluídos. Os deficientes.
Falar de deficiência mental não é fácil como dizem os autores Ana Luia Artioli, Tânia Maria M. Guimarães e Ilário Straub, pois há vários aspectos teóricos que compreende cada uma seu modo, a deficiência mental. Mas os autores trabalham este conceito pela visão de Vygotskyana que, se apóia no desenvolvimento intelectual , em que o conhecimento e construído pelocontexto da relações sociais com os outros que constituímos o conhecimento que nos leva ao desenvolvimento mental. É pelo processo da linguagem que a criança começa a se relacionar com outras pessoas, iniciando a falar e criando conceitos.
Esse processo de desenvolvimento mental e sua organização acontecem com todas as crianças, mas não e produzido da mesma maneira com todos os deficientes mentais.Segundo Luria apud Vayer a estrutura do funcionamento cerebral é dividida em três níveis: o primeiro nível são as áreas cerebrais. O segundo esta relacionado a percepção dos órgãos e dos sentidos, e o terceiro nível abrange o lado frontal. Entretanto as pessoas para aprenderem, contam com uma estrutura cerebral, e seu funcionamento se da pela experiência no decorrer da vida em suas relaçõessociais.
Nesse sentido a criança com deficiência mental vai apresentar dificuldade de concentração distraindo facilmente durante a realização de uma atividade específica.
Mas devemos acreditar que sua alfabetização é possível.
As autoras Rita Vieira de Figueiredo e Adriana L. Limaverde Gomes, aborda o processo de apropriação da leitura, focalizando a aprendizagem, por duas concepções teóricas quepodem fundamentar a prática de leitura por parte dos educadores: a primeira é a concepção tradicional em que a leitura caracteriza-se pela repetição de forma linear; a segunda e por meio da concepção internacionalista em, que a leitura se constitui na produção de sentido, entre o conhecimento que o leitor tem , fazendo relação mundo/contexto.
O processo de apropriação de aprendizagem da leiturae da escrita por crianças portadoras de deficiência mental e semelhante aqueles considerados “normais”. Todos tem sua dificuldade no processo de aprendizado uns tem mais facilidade e outros não.
A criança com deficiência tem seu desenvolvimento na leitura e na escrita, mas requer uma metodologia específica, voltada para sua necessidade. Nesse processo é fundamental a participação da família e...
tracking img