Leitura de imagem na sala de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3920 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Este trabalho trata-se de uma pesquisa qualitativa, em fase exploratória[1] em Artes, voltada para as práticas aplicadas, mais especificamente, a leitura de imagens, na sala de aula.
A investigação tem como foco estudar conceitos sobre a leitura de imagens e analisar como são trabalhadas as concepções e a abordagem no ato da leitura de imagem realizada pelos alunos doensino fundamental II.
A pesquisa limita-se ao estudo realizado a partir da observação da escola “E.E. Jardim Lídia“, situada na cidade de Guarulhos em São Paulo, onde realizei meu estágio com a professora Irani Silva, durante o 2º semestre do ano de 2006.
Desde que realizei o estágio acima citado, observei que a prática aplicada na leitura de imagens era tratada de maneira muitorudimentar. Sendo assim, decidi investigar o assunto buscando entender conceitos sobre leitura de imagens, a partir da trajetória histórica do ensino de Arte em nosso país. De igual importância é entender que cada aluno, durante a leitura de uma imagem, percebe, vê e sente de modos bem diferentes, ora de acordo com o que já conhece de arte, ora de acordo com sua história de vida. Por isso, estetrabalho tem como intenção levar em consideração o contexto sóciocultural da escola “E.E. Jardim Lídia” e de seus alunos do ensino fundamental II. Também compreender qual é a visão de mundo desses alunos, segundo a realidade de cada um e a leitura que eles fazem deste mundo que os cerca. Por fim, analisar a formação da professora Irani Silva.
Para compreender as práticas aplicadas, temos queentender os princípios e concepções usadas. Considerando estes motivos, cabe as seguintes perguntas: quais são os princípios, concepções e práticas, aplicadas na proposta de leitura de imagem, na escola “E.E.Jardim Lídia”, produzidas pelos alunos do ensino fundamental II, sob a orientação da professora Irani Silva, e ainda, quais os obstáculos e limites encontrados para a aplicação de leitura deimagens na sala de aula?




CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DO ENSINO NO BRASIL[2]



Desde o descobrimento do Brasil, recebemos influência de várias culturas, que foram por nós incorporadas. A referência de educação no Brasil foi européia. Após a proclamação da República foi criada no Rio de Janeiro a Escola Nacional de Belas Artes, que valorizava a cópia fiel do desenho e a utilização dosmodelos europeus (neoclássicos), sendo considerado um luxo e privilégio somente ao alcance da elite, esta por sua vez, desvalorizava quaisquer manifestação artística que não seguissem tais padrões. Nesta época a educação tinha uma concepção de ensino autoritário, centrada na valorização da execução e na figura do professor como dono absoluto da verdade. Para os menos favorecidos financeiramente,ensinava-se a copiar modelos - a classe inteira apresentava o mesmo desenho - e o objetivo do professor era que seus alunos tivessem boa coordenação motora; precisão; aprendessem técnicas; adquirissem hábitos de limpeza e ordem nos trabalhos e ainda que estes, de alguma forma fossem úteis na preparação para a vida profissional, já que eram, na sua maioria, desenhos técnicos ou geométricos. Odesenho devia servir à ciência e à produção industrial utilitária, ao contrário do ensino de arte dado a elite, que era o conhecimento da história da arte, o desenho artístico baseado nos cânones clássicos enfim, era oferecido o aprofundamento em artes.
O currículo era estruturado sem vínculo com a realidade social do aluno, não levando em consideração as diferenças individuais. Os métodos deaula eram a exposição verbal e a demonstração da matéria. Na relação didática, predominava a autoridade do professor, a disciplina imposta, o silêncio e a atenção total na aula.
Em 1986 foi extinto do currículo escolar, educação artística, segundo Ana Mae, sofremos a influência do movimento “volta ao básico” (ler, escrever e contar), da educação americana dos anos setenta, que reprimiu...
tracking img