Leibniz vida e obra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3647 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Gottfried Wilhelm Leibniz 1646-1716
(Vida e obra. Os pensadores. São Paulo: Nova Cultural, 1988)


Na opinião de Wilhelm Dilthey (1833-1911), se a missão suprema da filosofia consiste em elevar a cultura de uma época à consciência de si mesma, Leibniz foi, sem dúvida, quem mais completamente realizou tal missão. Inventor do cálculo diferencial independente de Newton, um dos primeiros afundamentar o princípio de conservação da energia, o primeiro a reconhecer no jogo das representações do subconsciente o principio da explicação psicológica, um dos pioneiros nos domínios da investigação histórica e filológica, Leibniz teria sido o "espírito mais universal que os povos modernos produziram antes de Goethe". Ainda segundo Dilthey, a atribulada vida política de Leibniz e suastentativas de conciliação entre os diferentes credos religiosos da época subordinavam-se ao seu grande objetivo de uma cultura humana que abrangesse todas as nações.
Bertrand Russell (1872-1970) pinta de Leibniz um retrato diferente. Para Russell, Leibniz foi um dos maiores intelectos de todos os tempos, "mas como criatura humana não foi admirável". Era inteligente, econômico, comedido e honrado,mas "inteiramente destituído das virtudes filosóficas superiores, tão notáveis em seu contemporâneo Espinosa (1632-1677). Enquanto Espinosa jamais fez qualquer concessão no terreno das idéias e por isso foi excomungado da comunidade judaica de Amsterdã e condenado a viver humildemente, Leibniz teria deixado de publicar os melhores trabalhos que escreveu porque não eram apropriados para conseguirpopularidade; só trouxe a luz algumas obras destinadas a conquistar aprovação de príncipes e princesas".


Um homem de muitas faces

Gottfried Wilhelm Leibniz nasceu em Leipzig, a 1.° de julho de 1646, filho de um professor de filosofia moral. Desde muito cedo, teve contato, na biblioteca paterna, com filósofos e escritores antigos, como Platão (428-347 a.C.), Aristóteles (384-322 a.C.) eVirgílio (c. 70-19 a.C.), e com a filosofia e a teologia escolásticas. Aos quinze anos começou a ler Bacon (1561-1626), Hobbes (1588-1679), Galileu (1564-1642) e Descartes (1596-1650), passando a dedicar-se as matemáticas. Ainda aluno da Universidade de Leipzig, escreveu, em 1663, um trabalho sobre o principio de individuação; depois foi para lena, a fim de seguir os cursos do matemático EhrardWigel. Desde essa época, Leibniz se preocupou em vincular a filosofia às matemáticas escrevendo uma Dissertação Sobre a Arte Combinatória. Nesse trabalho, procurou encontrar para a filosofia leis tão certas quanto as matemáticas e esboçou as premissas do cálculo diferencial, que inventaria ao mesmo tempo em que Newton. Por outro lado, no estudo da lógica aristotélica, Leibniz encontrou os elementosque o levaram à idéia de uma análise combinatória filosófica, vislumbrando a possibilidade de criar um alfabeto dos pensamentos humanos, com o qual tudo poderia ser descoberto.

Nos anos seguintes, doutorou-se em direito na Universidade de Altdorf e, em Nuremberg, filiou-se à Sociedade Rosa-Cruz. 0 ingresso nessa Sociedade valeu-lhe uma pensão e, ao que tudo indica, permitiu que ele seiniciasse na vida política.

A partir de então, a vida de Leibniz, segundo o historiador Wilhelm Windelband, apresenta muitas semelhanças com a de Bacon: Leibniz sabia mover-se agilmente em meio às intrigas da corte a fim de realizar seus grandes planos, sendo dotado também daquela "ardente ambição que levara Bacon à ruína".


Em 1667, Leibniz dedicou ao príncipe-eleitor de Mogúncia umtrabalho no qual mostrava a necessidade de uma filosofia e uma aritmética do direito e uma tabela de correspondência jurídica. Por causa desse trabalho, foi convidado para fazer a revisão do "corpus juris latini".


Em 1670, foi nomeado conselheiro da Alta Corte de Justiça de Mogúncia. Com esse titulo, Leibniz foi encarregado de uma missão em Paris, em 1672. Pretendia convencer o rei Luis XIV a...
tracking img