Lazer para deficientes - autismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2355 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO
DEP. DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E SERVIÇO SOCIAL
CURSO DE TURISMO

Áurea Regina Assis Bastos de Oliveira
Bruno de Andrade Santana
Luana Anzelotti PinterLuziene Silva Santos
Müller Santos Souza

LAZER PARA DEFICIENTES:
AUTISMO

Resumo:
O trabalho a seguir disserta sobre as atividades desenvolvidas com crianças e jovens autistas. É denominado por autismo um conjunto de condutas vindas de um desenvolvimento neurobiológico atípico. Mostra-seclaramente que esta diferença neurológica esteja presente desde o nascimento, ou antes. Tais comportamentos tornam-se evidentes ou podem ser observados em torno dos 18 meses de idade. Estima-se que no Brasil haja dois milhões de casos de autismo, sendo metade desses casos ainda não diagnosticados. O objetivo deste trabalho é conhecer e compreender as atividades de lazer aplicadas a esses pacientes pormeio dos serviços prestados pelo CREAPP - Centro de Referência em Transtornos do Espectro Autista Philippe Pinel.

Palavra chave: Autista – Autismo – TGD - TEA – CREAPP

São Paulo
2012
Introdução

Uma série de pesquisas estão sendo desenvolvidas para a conclusão do que é o autismo. O termo é utilizado para descrever várias características de transtorno do desenvolvimento do cérebro,conhecidos como TGD - Transtornos Globais do Desenvolvimento.
No entanto familiares e profissionais tratam todas essas referências como
TEA - Transtornos do Espectro do Autismo. Leo Kanner em 1943 fez a primeira descrição esclarecendo de forma consensual de que o autismo se caracteriza por déficits na comunicação e na iteratividade com o meio, além de ações repetitivas e áreas limitadas de interesse.Tais características se apresentam antes dos 03 anos de idade e atingem 0,6% da população, sendo os meninos atingidos quatro vezes mais do que as meninas. Em 1988 a ideia de espectro autismo foi traçada por Lorna Wing distinguindo as características de acordo com o desenvolvimento cognitivo de cada um, essa variante trás quadros extremos, autismo associados à deficiência intelectual grave, semdesenvolvimento da fala, com padrões repetitivos simples e bem marcados pelo comportamento, acompanhado de alta limitação na interação social, ou o contrário disso, quadros de autismo chamados de Síndrome de Asperger, sem deficiência intelectual, sem atraso na linguagem, com interação social e sem movimentos repetitivos evidentes.

Os tipos de TGD são:
Transtorno Global do Desenvolvimento semOutra Especificação (TGD-SOE)
Síndrome de Asperger
Síndrome de Rett
Transtorno Desintegrativo da Infância.

Tratamentos do Autismo

As terapias de tratamento para o Transtorno do Espectro Autista em geral são programas intensos e amplos, e abrange o paciente, a família e profissionais. É muito importante que se comece o mais cedo possível. Os programas envolvem os principais sintomas e abordamquestões sociais, de comunicação e cognitivas centrais do autismo. As metas para o tratamento são delineadas conforme as deficiências e habilidades de cada paciente levando em consideração o desenvolvimento em que se apresenta. Para que haja acesso a este universo e evolução no processo, um time de profissionais como, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais,entre outros, se organizam na busca de melhor qualidade de vida para todos os envolvidos.

CREAPP

O CREAPP - Centro de Referência em Transtornos do Espectro Autista Philippe Pinel, proporciona assistência a crianças e adolescentes de ambos os sexos, com idades até dezessete anos e onze meses completos, portadores de transtornos do espectro autista que carecem de tratamento intensivo. A...
tracking img