Lampadas incandescentes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1575 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Aluno: Lárdner Gadelha Chaves
Matricula: 1020863/7
Disciplina: Instalações Elétricas Prediais
Professor: Túlio Dias
Curso: Engenharia Civil
Assunto:


































Ligação de Lâmpadas Incandescentes





















Universidade de Fortaleza
Março - 2013


INTRODUÇÃO





Noprimeiro experimento, realizado em laboratório, estudamos um pouco a respeito de lâmpadas incandescentes, bem como a forma de comandá-las através de interruptores simples, de uma, duas e três seções, e através de interruptores paralelos do tipo “Three Way” e “Four Way”.
O presente relatório sintetiza algumas informações necessárias para um bom entendimento desse processo. Esse conhecimento é defundamental importância no âmbito da engenharia civil, pois o profissional dessa área utiliza essas informações cotidianamente.














































































































Fundamentação Teórica




1.1 -Lâmpadas Incandescentes



A lâmpada elétrica incandescente foi inventada por volta de 1870 e envolveu o trabalho de muitos pesquisadores e inventores. Entre estes destaca-se Thomas Edison. Ele e seus assistentes experimentaram mais de 1.600 tipos de materiais, buscando um filamento eficiente e econômico. A sua melhor lâmpada utilizava filamentos de bambu carbonizados.
Atualmente, odispositivo de uma lâmpada incandescente consiste de um bulbo selado cheio de gás. Uma corrente elétrica é passada através de um filamento de tungstênio que o faz brilhar. Com esse método de geração de luz, apenas cerca de 5% da energia consumida é convertida em luz, e o resto é perdido como calor.
O filamento de tungstênio pode chegar até os 3.000º C. Apesar de não se fundir a essa temperatura,poderia pegar fogo caso entrasse em contato com o oxigênio. Por isso, dentro das lâmpadas, há um gás inerte – ou seja, que não reage. Nas incandescentes regulares, esse gás é o argônio ou o criptônio. A vantagem de usar um gás inerte e não o vácuo, como nas primeiras lâmpadas, é diminuir o desgaste do filamento.
É importante observar que a luz emitida por uma lâmpada incandescente não é efeitodireto da corrente elétrica e sim consequência do aquecimento no filamento produzido pela passagem da corrente.


[pic]


As incandescentes regulares possuem uma eficiencia luminosa entre 10 e 15 lm/W. As halógenas, de 15 a 25 lm/W. Já uma lâmpada fluorescente, por exemplo, pode produzir de 50 a 80 lúmens por Watt, o que significa mais luz com menos consumo de energia. Por isso, gradualmente, aslâmpadas incandescentes estão saindo das prateleiras do comércio. Espera-se que no Brasil, até 2016, elas desapareçam do mercado, sendo substituídas por lâmpadas fluorescentes e leds. Mas estamos falando apenas de lâmpadas de uso geral: as lâmpadas incandescentes também podem ser usadas na agricultura, indústria, tecnologia de alimentos e outros processos industriais que aproveitam o calor geradopor elas.







1.2 - Sistema “Three Way”









O sistema Three Way é um dos mais utilizados em interruptores para controlar uma carga de dois pontos diferentes. Numa escada, por exemplo, seria cômodo que a pessoa, ao passar pela mesma, possa acendê-la ao iniciar a subida, e apagá-la ao terminar. Esta é uma típica aplicação desse sistema. A figura a seguir demonstra o queacontece nesse tipo de circuito:











Conforme podemos observar na figura, a carga (no caso, uma lâmpada), está sendo controlada por dois pontos situados em locais diferentes (ponto 1 e ponto 2). Deve-se tomar cuidado na ligação do fio fase, este deve ser sempre conectado ao pino central do interruptor e o retorno na parte do fundo do receptáculo afim de que não haja risco...
tracking img