Keith haring

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1010 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Keith Haring

Nasceu em Maio, 1958, Pensilvânia;
Mais velho de 4 irmãos;
Pai entretia-o com desenhos enquanto o
estimulava a criar novas personagens;
Professores reconheciam obsessão por
desenho e o seu talento;

"Keith loved line. Anything that lent itself to line
pattern, he loved. He worked so intricately! The way
the pattern would carry through and around and in
and out was justextraordinary. He had such
imagination!"

Fã de desenhos animados:

No ensino secundário pôs de parte os cartoons e
dedicou-se à arte abstracta: fazia pequenas formas que
juntas preenchiam grandes áreas;
Mudou-se para Pittsburgh em 1976, quando entrou na
Ivy School of Professional Arts;
Mudou-se para o Arts and Crafts Center, onde fez a sua
primeira exposição aos 19 anos;
Aos 20anos, 1978, foi viver para Nova Iorque onde
frequentou a School of Visual Arts. Conheceu e formou
amizades com outros artistas;
Da sua batalha pela independência fez também parte a
descoberta da sua sexualidade. Keith foi aceitando o
facto de ser gay, e com isso veio a libertação interior;
"I was happy, because I suddenly found that my art was
blossoming as was my sexuality, and opportunitiesseemed
at hand. I wasn’t sure of any of it, but believed in the fact
that whatever was happening was happening for a reason.
So I went along with the flow - and I let whatever happened
happen."

Ao mudar-se para Nova Iorque apanhou o crescimento
dos graffitis, arte que o fascinava;
A sua assinatura era um animal que mais tarde tomou
a forma de cão ‘Barking Dog’ e uma pessoa de gatas
quese tornou ‘The Baby’, dando inicio ao vocabulário
próprio que o artista criou;

Ao andar de metro em NY descobriu os painéis pretos
que tapavam anúncios velhos e começou aí a fazer as
suas primeiras obras, com giz. Chegou a ser preso,
mas dizia que não importava pois o importante era
fazer chegar a sua mensagem optimista a quantas
pessoas pudesse através da sua arte;

“When I drew, Idrew in the daytime which meant there
were always people watching, from little kids to old
ladies to art historians.”

Entre 1980 e 1985 chegou a fazer 40 desenhos por
dia: desenhava figuras simples, como figuras
humanas, pirâmides, pratos voadores, animais e
bebés;
“The first few were abstracts, but then these
images started coming. They were humans and
animals in differentcombinations. Then flying
saucers were zapping the humans. I remember
trying to figure out where this stuff came from, but
I have no idea."
''In a short time after he arrived in New York at age
20, he practically took over Manhattan with his
subway drawings, which were an instant series of
signs and pictograms that everybody became
familiar with.''

Trabalhou na galeria de Tony Shafrazi, ondeexpôs pela
primeira vez, a solo, as suas obras;
Exposição foi um sucesso, com +4000 visitantes
Obras = Reflexo da sua personalidade, desde
breakdance, rap e graffitis, à liberdade sexual e trocas
entre etnias;

Exposições internacionais;
Animações para Times Square;
Relógios Swatch;
Campanha para Absolut Vodka;
Parede de uma igreja em Itália;
Murais em hospitais, escolas, orfanatos;
Murode Berlim;
Esculturas de grande escala, coloridas,
faziam lembrar brinquedos;
Workshops com crianças, dizia que “só
as crianças conseguem ser honestas
enquanto expressam o que sentem”;
Pinturas corporais;

“I like the idea of things
lasting longer than you last,
and being somewhere where
people are able to see them
for a long time”

Em todo o lado as pessoas respondiam ao
seuestilo, que compunha o simples com o
complexo, cores e padrões formavam
imagens variadas e originais. Keith
transmitia uma grande consciência social,
pois representava na sua arte os seus
sentimentos sobre o mundo e a luta
contra a opressão.

Apoiou a UNICEF;
Lutou contra o apartheid em África do Sul;
Contra o uso de drogas;
Chamava a atenção sobre a luta contra a
Sida, fazendo...
tracking img