Kaspa houser

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5300 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Preocupação principal de Herzog é a contar histórias tão fielmente quanto possível.
Nas suas próprias palavras “Os meus filmes nascem de uma fascinação muito forte,
e eu sei que vi que coisas que outros ainda não viram, que outros não sabem. Isto é o
que quero tornar visível para as outras pessoas. É uma necessidade de comunicar.
Muito forte e muito viva”. Fazer um resumo de um dos seusfilmes, neste caso, “O
enigma de Kaspar Hauser”, acaba pois por consistir em contar o que aconteceu a
Kaspar Hauser, “A criança que não foi totalmente privada da presença dos outros, mas
que no entanto viveu afastada do mundo, no silêncio e na noite da sua prisão.”
aspar Hauser é revelado ao mundo a 26 de Maio de 1828, cerca das cinco horas da
tarde, quando surge na Unschlittplatz de Nuremberga.Usava nesse dia um chapéu
de feltro guarnecido a couro vermelho, um cachecol de seda preta, casaco desbotado,
camisa de tecido espesso, calça cinzenta de pano grosseiro e botas reviradas e com
ferraduras nas solas. No bolso tinha um lenço com as suas inicias, várias orações
católicas manuscritas, opúsculos, um rosário e ouro em pó. Segurava na mão uma carta
dirigida a “Sua Excelência o Capitãode Cavalaria do 4º Esquadrão do 6º Regimento de
Nuremberga”. A carta dizia, em resumo, o seguinte: “Este rapaz quer fazer o serviço
militar. A mãe mandou-o para minha casa. Nunca o deixei sair. Ensinei-lhe a ler e a
escrever. Levei-o a Nuremberga à noite... A criança está baptizada e chama-se Kaspar.
Nasceu a 30 de Abril de 1812”.
Kaspar tinha 17 anos, os seus olhos estavam avermelhados epouco habituados à luz e a
pele da sola dos pés era muito suave e macia. Reproduzia verbalmente o seu nome e
algumas expressões cujo significado desconhecia pois usava-as em situações díspares,
tais como “quero ser um cavaleiro tal como o meu pai”. Também sabia reproduzir o seu
nome por escrito. Só conseguia comer pão e beber água. Poder-se-ia dizer tratar-se de
uma criança com apenas 3 anos deidade dentro do corpo de um homem.
Foi primeiramente conduzido para uma torre reservada aos vagabundos onde
permanecia todo o dia sentado no chão, com as pernas estendidas. Adormecia ao pôrdo-
sol e acordava com o romper da aurora. Não manipulava objectos de outra forma que
não fosse entre o polegar e o indicador. Mal sabia andar e quase não produzia ruído, a
não ser quando tinha medo. Nestecaso, chorava e gritava. Os seus comportamentos
rapidamente chamaram a atenção da população que acudia à prisão para o admirar como
se de uma atracção de circo se tratasse. Por esse motivo, acabou por ser remetido para
um circo onde era apresentado como “um dos quatro enigmas universais”.
Foi neste circo que Kaspar foi descoberto por Daumer, um professor que acabou por o
levar para sua casaonde durante dois anos fez rápidos progressos. Foi habituado à
alimentação carnívora o que aumentou as suas forças. Deixou de brincar e passou a
desenhar. Aprendeu a montar a cavalo. A marcha tornou-se-lhe mais firme e os
sentimentos definiram-se melhor. Passou a apreciar particularmente dormir numa cama.
No entanto tinha horror às novidades e conservava várias fobias às cores. Todos oscheiros lhe eram desagradáveis excepto o do pão e do anis.
Foi adquirindo uma ideia mais clara de si próprio à medida que foi avançando na
aprendizagem da fala. Compreendia que não era como todos os outros . Perguntava
várias vezes porque não tinha pais. Rejeitava a ideia de se tornar um homem e embora
chegasse a admitir a hipótese de casar, não parece ter entendido a natureza amorosa
deste facto,atribuindo à possível companheira apenas o papel de dona de casa.
A
K
Apresentava muitas dificuldades a avaliar correctamente distâncias e não tinha qualquer
noção de perspectiva. Confundia muitas vezes o sonho com a realidade. Com o decorrer
do tempo, recebeu lições de cálculo, aprendeu latim e música (em especial, piano).
Manteve -se no entanto abúlico, calmo, sem humor e, acima de...
tracking img