Karl marx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Marx (Karl)
Nascido no ano de 1818, em Tréveros (Prússia renana), morre em 1883, em Londres. A sua obra é de tal ordem que se torna difícil caracterizá-la como a obra de um filósofo, de um economista, de um pensador social, de um historiador ou de um polemista. Os acontecimentos históricos e sociais que transformaram o marxismo em verdadeiro mito do século XX dificultam, por outro lado, odiscernimento daquilo que o situa no campo da teoria e no da simples doutrina.
Obras essenciais:
LesManuscrits de 1844 (Paris, Editionssociales, 1966);
L’ Ideologieallemande (Paris, Editionssociales, 1968);
La luttedes classes em France (Paris, Editionssociales, 1968);
Contribution à la critique de l’économie politique (Paris, Editionssociales, 1969);
Le Capital (Paris, Editionssociales, 1969);Euvres (Paris, Gallimard, col<<La Pléiade>>, 1970).

Marxismo
Por marxismo devemos entender, em sentido estrito, o conjunto das teses desenvolvidas por Karl Marx, muitas vezes em colaboração com o seu amigo Friedrich Engels,de 1843-1845 a 1883. Em sentido lato, o epíteto marxista aplica-se hoje em dia a uma corrente de idéias muito vasta e muito díspar, a ideologias, a práticassocieconomicas e a uma realidade histórica que marcaram bastante a época contemporânea.
O marxismo de Marx une num corpo de doutrina várias intenções que não dizem todas respeito à sociologia nem conservaram todas a sua atualidade. Encontramos aí, por um lado, uma filosofia da história que visa a apreender a totalidade do passado das sociedades a partir da afirmação de um fio diretor, a luta declasses, e a extrair dele uma previsão do futuro (o fim da luta das classes). Encontramos também uma pesquisa dos meios de ação para organizar politicamente o proletariado e levá-lo, pela mediação do partido do proletariado, à conquista do poder. Encontramos, finalmente, uma análise crítica da sociedade capitalista da época e a invenção de instrumentos conceituais necessário a tal análise. É evidenteque apenas esta parte do empreendimento pode revestir um aspecto sociológico.
Para abordar corretamente o estudo de uma sociedade, das suas estruturas econômicas, políticas, jurídicas, das suas manifestações ideológicas, importa – segundo Marx – analisar primeiramente os meios pelos quais esta sociedade assegura a sua própria sobrevivência. Tal produção não pode ser reduzida ao simples ponto devista material estático: o contexto geográfico e os elementos tecnológicos. No modo histórico de produção entabulam-se relações de produção e constituem-se forças produtivas. Definir o modo de produção de uma sociedade é por conseguinte estudar o nexo existente entre o desenvolvimento das forças produtivas e o estatuto das relações de produção. Serão assim tornadas intelegíveis a existência social eas contradições que surgem, numa dada sociedade, em determinada época.
Temos de reconhecer que o marxismo se desenvolveu mais como ideologia política do que como ciência da realidade histórica. E os diferentes marxismos (maoísmo, leninismo, trotskismo, estalinismo, etc.) opõem-se não sobre questões teóricas, mas sobre concepções respeitantes à prática política e militante, e sobre dogmasrelativos ao corpo ideológico.
Modo de produção
o conceito de modo de produção é fundamental ao materialismo histórico, sistema teórico de apreensão da realidade social introduzido por K. Marx (1818-83).
A realidade social concreta é definida pelo marxismo como formação social, porém esta só pode ser apropriada pelo pensamento como uma articulação de modos de produção. Seu significado tem muito maioralcance para os marxistas: não se refere só a tal nível sócio-histórico, mas também aos demais níveis (jurídico-político, ideológicoetc).
As forças produtivas se acham constituídas pelo grau de desenvolvimento tecnológico e pelo “saber fazer” correspondente dos trabalhadores do modo de produção. É preciso assinalar que o desenvolvimento das forças produtivas não é nessa teoria um processo...
tracking img