Juscelino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3119 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo

Juscelino Kubitschek de Oliveira foi eleito presidente do Brasil nas

eleições de 1955, tendo João Goulart (Jango) como vice-presidente. Assumiu o

governo no dia 31 de janeiro de 1956, ficando no poder até 31 de janeiro de

1961, quando passou o cargo para Jânio Quadros.

Após ter assumido a presidência da República, JK efetivou o Plano de

Metas, além disso, foi no GovernoJK que Brasília foi construída para ser a nova

capital do país.

Introdução

Juscelino Kubitschek foi eleito presidente da República em 1955, juntamente com o

vice-presidente João Goulart. Nos primeiros anos do pleito, após a situação política

ter tomado seus caminhos (tentativa de golpe da UDN (União Democrática Nacional)

e dos militares), rapidamente JK colocou em ação o Plano deMetas e a construção

de Brasília, transferindo a capital do Brasil da cidade do Rio de Janeiro para o

Planalto Central. Sendo assim, abordaremos os principais feitos realizados por JK

durante o seu governo como presidente (1955-1960).

O Plano ou Programa de Metas (31 metas) tinha como principal objetivo o

desenvolvimento econômico do Brasil, ou seja, pautava-se em um conjunto demedidas que atingiria o desenvolvimento econômico de vários setores, priorizando a

dinamização do processo de industrialização do Brasil.

O desenvolvimentismo econômico que o Brasil viveu durante o mandato de JK

priorizou o investimento nos setores de transportes e energia, na indústria de

base (bens de consumos duráveis e não duráveis), na substituição de importações,

destacando aascensão da indústria automobilística, e na Educação. Para JK e seu

governo, o Brasil iria diminuir a desigualdade social gerando riquezas e

desenvolvendo a industrialização e consequentemente fortalecendo a economia.

Sendo assim, estava lançado seu Plano de Metas: “o Brasil iria desenvolver 50

anos em 5”.

4

Para ampliar o desenvolvimentismo econômico brasileiro, JK consideravaimpossível

o progresso da economia sem a participação do capital estrangeiro. Para alcançar os

objetivos do Plano de Metas era necessária uma intervenção maior do Estado na

economia, priorizando, então, a entrada de capitais estrangeiros no país,

principalmente pela indústria automobilística. Ressalta-se que nesse período o Brasil

iniciou o processo de endividamento externo.

Ossetores de energia e transporte foram considerados fundamentais para o

desenvolvimentismo econômico, ressalta-se a importância do governo Vargas neste

processo, com a criação da Companhia Siderúrgica Nacional em Volta Redonda-RJ

no ano de 1946 e da Petrobras no ano de 1953. Outros setores que ganharam

relevância foram o agropecuário; JK procurou aumentar a produção de alimentos e osetor energético, construindo as usinas Hidrelétricas de Paulo Afonso no rio São

Francisco e as barragens de Furnas e Três Marias.

Contudo, tais mudanças empreendidas por JK ocasionou a acentuação da

industrialização do país com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) anual em

7%, mas não superando a inflação da dívida externa. A industrialização do país se

efetivou basicamente naregião sudeste, destacando neste momento a grande

migração nordestina para esta região.

Após analisarmos alguns pontos do Plano de Metas, focaremos a outra promessa de

campanha efetivada por JK: a construção de Brasília e a transferência da capital

federal. Em fins de 1956, depois de o Congresso Nacional ter aprovado a

transferência da capital, iniciaram-se as obras da construção deBrasília. A nova

capital do Brasil teria um moderno e arrojado conjunto arquitetônico realizado pelo

arquiteto Oscar Niemeyer. O Plano Piloto da cidade foi desenvolvido pelo urbanista

Lúcio Costa.

Juscelino Kubitschek não foi o primeiro a falar sobre a possiblidade da transferência

da capital do Brasil, desde 1891 a Constituição Federal, no seu artigo 3º, já almejava

a...
tracking img