Intercom – sociedade brasileira de estudos interdisciplinares da comunicação xiii congresso de ciências da comuni cação na região sul – chapecó - sc – 31/05 a 02/06/2012 1 jornalismo multiplataforma: uma experiência com o inspire

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3593 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
XIII Congresso de Ciências da Comuni ca ção na Região Sul – Chapecó - SC – 31/05 a 02/06/2012

Jornalismo Multiplataforma: Uma expe riência com o Inspire 1 Ana Paula MOREIRA 2 Rúbia Cristina DRUSZCZ3 Paulo CAMARGO 4 Faculdades Integradas do Brasil – Unibrasil

RESUMO Este projeto consiste em um produtomultiplataforma presente nas redes sociais digitais. Foram selecionadas as plataformas que contemplem as características da linguagem digital (interatividade, multimidiabilidade e hipertextualidade). Optamos por utilizar o Facebook, o Twitter e dois blogs na rede Wordpress. Diante de um produto complexo, abordamos a temática ambiental, com foco na sustentabilidade. A escolha é justificada diante da granderepercussão que o tema vem gerando na mídia e a urgente necessidade de tomar atitudes para reverter à situação em que o planeta se encontra. O Inspire é o resultado da mescla de informações sustentáveis e vivências das autoras que se utilizam do estilo do jornalismo literário gonzo, para explicar a subjetividade presente nos conteúdos. PALAVRAS CHAVE : multiplataforma; redes sociais; linguagemdigital; jornalismo Gonzo; sustentabilidade. 1 INTRODUÇÃO As tecnologias da comunicação possibilitaram que o conteúdo jornalístico fosse transportado para meio digital. Nesse contexto, novos produtos midiáticos se desenvolveram, propiciando novas experiências ao usuário e maiores possibilidades de interação com os meios. Segundo Rodrigues (2009), novos aparelhos de comunicação favorecem um aumento nofluxo de conteúdos, transformando o modo de produção, distribuição e de consumo da informação. Consequentemente, os leitores não são apenas receptores da notícia, pois através da interatividade, o leitor participa da criação do conteúdo, opina e até tem o papel de pautar os meios de comunic ação. Diante desse quadro e das necessidades do leitor das novas mídias, este trabalho visou elaborar umproduto multiplataforma, isto é, que utilize diferentes ferramentas disponíveis no ambiente digital. As novas mídias surgiram e passaram a convergir, Deak (2007) apresenta um panorama de como as narrativas jornalísticas atuam no meio online.

1 2

Trabalho submetido ao XIX Prêmio Expocom 2012, na Categoria Jornalismo , modalidade Jornalismo digital. Aluno líder do grupo e estudante recém-graduada emComunicação Social – Jornalismo email: anitahmoreira@hotmail.com. 3 Estudante recém-graduada em Comunicação Social – Jornalismo email: rubiac.d@hotmail.com 4 Orientador do trabalho. Professor do Curso Comunicação Social – Jornalismo email: prfcamargo27@gmail.com.

1

Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação
XIII Congresso de Ciências da Comuni ca ção naRegião Sul – Chapecó - SC – 31/05 a 02/06/2012

A internet trouxe novas possibilidades para a narrativa jornalística até então impensáveis: a fusão de vídeo, áudio, texto e gráficos estáticos e animados. Não se trata da somatória dessas linguagens, antigas e super-exploradas, mas de uma nova narrativa que se utiliza de todas as outras, acrescida da participação interativa do leitor. Leitor esseque não pode mais ser chamado apenas de leitor ou telespectador porque é participante, capaz inclusive de definir a narrativa que mais lhe agrade. (DEAK, 2007)

O produto, intitulado Inspire, se apresenta aos leitores em multiplataformas através de uma narrativa transmidiatica. Cada conteúdo, veiculado de forma diversa nas diferentes mídias, contribui para a construção do todo. Em cada fragmento,há elementos que indicam se tratar de uma parte do produto, sem que nenhuma das inserções, contenha toda a informação, mas, de certa forma, possua autonomia. Segundo Jenkins (2009) o processo transmídia trata-se da criação de um universo o qual o público possa explorar e criar elementos de acordo com as suas experiências. Este é instigado por meio de elementos implantados em cada novo conteúdo...
tracking img