Inglesa e o duque filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (263 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ACADÊMICAS:

-------------------------------------------------

TEMA: POLÍTICA E MORAL NO FILME “A INGLESA E O DUQUE’”
O Filme L’ Anglaise et le Duc, de EricRohmer, retrata alguns acontecimentos ocorridos na França no Período Revolucionário. Neste contexto desenrola-se um episódio, protagonizado pela figura de umaaristocrata inglesa que, esconde o Marquês de Champeenetz governador das Tuileries, condenado e perseguido pelos partidários da revolução. Tal conduta evidencia uma posturavoltada à ética do dever, caracterizada pela lei universal que define nossos deveres, pertencendo justificar que a vida estaria a acima de qualquer coisa.
Seguindoassim a Inglesa agiu por dever, guiada pela razão, em uma ação necessária a seus princípios, que mesmo mentido para os soltados, ela se comporta em função de umimperativo categórico, porque ao “fazer o bem sem olhar a quem, estaria amparado por uma lei universal superior, que possui um caráter moralmente mais alto”. A inglesamente, a princípio, por um mandamento cristão e este mandamento ocupa o lugar mais alto da hierarquia de valores, baseado na dignidade e na liberdade.
Esse comportamentoda protagonista mostra-nos a como ela se valeu do princípio da maioridade, que segundo Kant, o homem atinge a sua maioridade, a partir da possibilidade de pensar porsi mesmo de modo independente.
Se a moralidade trata-se do uso prático e livre da razão, e que somente a liberdade constitui o elo entre o mundo divino e o doshomens. Acredita-se, portanto que a Inglesa agiu em prol da moral kantiana. É por sermos livres que podemos abrigar nossa vontade e agir conforme as máximas universais.
tracking img