Infarto agudo do miocardio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1184 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Infarto Agudo do Miocárdio





Aluna: Amanda Alves
Matéria: Clínica Médica
Prof: Alessandra



O que é infarto agudo do miocárdio?

Infarto agudo do miocárdio se refere à morte de parte do músculo cardíaco (miocárdio), que ocorre de forma rápida (ou aguda) devido à obstrução do fluxo sanguíneo das artérias coronárias para o coração. O infarto agudo do miocárdio (IAM), conhecidopopularmente como infarto do coração, enfarte ou ataque cardíaco, é uma doença que afeta milhões de pessoas em todo o mundo.


O que causa o IAM?
A principal causa está relacionada à presença de uma Doença Arterial Coronariana (DAC). Trata-se de uma doença onde há a deposição de placas de gordura por dentro das paredes das artérias coronárias (vasos sanguíneos que irrigam o coração). Quandoestas placas de gordura causam obstrução ao fluxo sanguíneo das coronárias para o coração, o músculo cardíaco sofre pela falta de sangue/oxigênio e começa a morrer. Por isso, o tratamento deve ser feito rapidamente, no sentido de desobstruir as artérias coronárias e evitar a morte do músculo cardíaco.
Outra causa relacionada ao infarto agudo do miocárdio é a ocorrência de um severo espasmocoronariano. O espasmo coronariano se refere ao colabamento (união) das paredes das artérias coronárias, impedindo o fluxo sanguíneo ao coração. Embora não se saiba ao certo o que causa o espasmo das artérias coronárias, muitas vezes esta condição está relacionada a:
• Uso de determinadas drogas, como a cocaína.
• Dor intensa ou estresse emocional.
• Exposição ao frio extremo.
• Hábito de fumarcigarro.



Fatores de risco para o IAM

Alguns fatores de risco podem aumentar as chances de desenvolver uma doença arterial coronariana (DAC) e ter um infarto do coração. Alguns fatores de risco podem ser controlados, outros não:
Os fatores de risco que podem ser controlados são os seguintes:
• Tabagismo ou hábito de fumar.
• Hipertensão arterial.
• Colesterol alto.
• Sobrepeso e obesidade.• Sedentarismo (indivíduo que não pratica atividades físicas).
• Diabetes Mellitus (glicose aumentada no sangue).

Os fatores de risco que não podem ser mudados ou controlados são os seguintes:
• Idade: o risco aumenta para homens acima de 45 anos ou para mulheres acima de 55 anos (ou após a menopausa).
• História familiar de doença arterial coronariana (DAC): O risco aumenta se o pai ou umirmão foi diagnosticado com DAC antes de 55 anos de idade, ou a sua mãe ou uma irmã foi diagnosticada com DAC antes de 65 anos de idade.



Sinais e sintomas do IAM

Dentre os sintomas mais comuns, podemos citar:
• Dor no peito ou desconforto torácico: são os sintomas mais comuns do infarto. A dor ou desconforto ocorrem geralmente no centro do peito, com características do tipo pressão ouaperto, de grau moderado a intenso. Geralmente, a dor pode durar por vários minutos ou parar e voltar novamente. Em alguns casos, a dor do infarto pode parecer com um tipo de indigestão, queimação no estômago ou azia.
Outros sintomas observados durante um infarto são:
• Sensação de desconforto nos ombros, braços, dorso (costas), pescoço, mandíbula ou no estômago. Algumas pessoas podem aindasentir uma sensação de dor tipo aperto nos braços e sensação de incômodo na língua ou no queixo.
• Palidez da pele, suor frio pelo corpo, inquietação, palpitações e respiração curta também podem ocorrer.
• Pode haver também náuseas, vômitos, tonturas, confusão mental e desmaios.




Diagnóstico do IAM

O diagnóstico é feito pela análise dos sintomas, histórico de doenças pessoais e defamiliares, e pelos resultados de exames solicitados, tais como:

• Eletrocardiograma (ECG): na presença de um infarto, geralmente há alterações no eletrocardiograma que o identifica. Este exame pode mostrar também a presença de arritmias cardíacas causadas pelo próprio infarto.
• Dosagem de enzimas cardíacas: quando as células do músculo cardíaco começam a morrer, há a liberação de uma grande...
tracking img