Indio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3691 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
NOMES





A Família Indigena







Professora: Vanderleia.




















RIO BRANCO/AC
OUTUBRO/2012














SUMÁRIO



I. Introdução ........................................................................................................ 03

II. Situaçãosócio-lingüística................................................................................04

III. Notas sobre a escolarização indígena no Brasil.......................................... 04

IV. População........................................................................................................05

V. Quantos são e onde estão os índios do Brasil............................................. 05

VI. ModeloTradicional...........................................................................................06

VII. Modelo Atual...................................................................................................08

IX. Conclusões......................................................................................................10
































I. INTRODUÇÃOQuando se fala em índios a primeira coisa que vêm à mente é um grupo de pessoas que vivem em cabanas no meio de matas. De fato os índios ainda vivem assim em alguns casos, pois a tradição continua viva em algumas tribos que não a abandonaram. A história indígena deixa as pessoas comovidas e até mesmo mostra a inocência e a coragem de um povo, mas atualmente os índios não são mais vistos assim, pelomenos em sua grande maioria.
Os índios vivem de maneira diversificada, não nos deixando generalizar a maneira como vivem. Atualmente eles sabem falar fluentemente não só o português, mas outros idiomas e também sabem fazer uso do computador e a internet.
A imagem que temos dos índios no ano de 1500 deve morrer afinal nada é mais como antes, mas não poderíamos esperar que fossediferente porque os índios são uma comunidade que faz parte de uma sociedade, e essa sociedade como todas as outras foi se modificando dentro do tempo. Já pensou como seria ver pessoas andando sem roupas e sem o mínimo de civilização entre nós?
Porem aprofundando mais esse contexto falaremos do Acre propriamente dito nas próximas paginas.II. Situação sócio-lingüística

Os índios Arara vivem em duas aldeias distintas, Iterap e Paygap. Em ambas, praticamente todos os índios falam sua própria língua, e o Português é aprendido como segunda língua e usado apenas como língua de contato. Alguns Arara que foram criados por famílias de colonos falam apenas o Português, mas entendem perfeitamente o Karo. As conversas que essesíndios mantêm com a comunidade e os próprios familiares são feitas, então, de forma bilíngüe.
As crianças das duas aldeias nascem aprendendo a falar Karo, e embora o Português seja adquirido mais tarde, já se pode perceber uma gradual utilização, principalmente pelas novas gerações, de termos portugueses, geralmente para as relações de parentesco (pai, mãe, tio, tia, primo, prima).Alguns Arara também falam ou entendem a língua Gavião, falada pelos vizinhos índios Gavião, graças às situações de casamento entre membros das duas etnias. O multilingüismo nesses casos não é visto negativamente, apesar dos Arara e os Gavião serem inimigos tradicionais.


III. Notas sobre a escolarização indígena no Brasil

A educação escolar indígena tem uma longa história, tão longaquanto é o contato entre índios e europeus. Desde sempre, a alfabetização e a educação escolar tiveram um papel importante nessas relações. Jesuítas se esmeravam na catequese dos índios, preparando gramáticas da língua do “gentio” e encerrando crianças em seminários; em seu rastro, diversas ordens religiosas católicas, como os salesianos e os capuchinhos, montaram suas escolas para alunos...
tracking img