Inclusao escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1426 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO 02.06.2012
PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO DO PLANO DE AÇÕES ARTICULADAS – PROFEBPAR
CURSO DE PEDAGOGIA 1ª LICENCIATURA
DISCIPLINA: CULTURA E DIVERSIDADE
PROFESSORA: MÁRCIA VALÉRIA
ALUNA: Elisandre Tavares da silva Diogo
POLO: TIMBIRAS


FICHAMENTO
O DESAFIO DA DIVERSIDADEGOMES, Nilma Lino e SILVA, Petronilha Beatriz Gonçalves e (orgs).
Experiências ético-culturais para a formação de professores. Belo Horizonte: Autêntica, 2002






TIMBIRAS
2012

Quanto mais complexasse tornam as relações entre educação, conhecimento e cotidiano escolar; cultura escolar e processos educativos; escola e organização do trabalho docente mais o campo da pedagogia é desafiado a compreender e processos educativos; escola e organização do trabalho docente mais o campo da pedagogia é desafiado a compreender e apresentar alternativas para a formação dos seus profissionais. Pg. 13Atualmente, embora ainda seja restrito, não há como negar o crescente aumento de pesquisas nessa área, assim como do interesse de pesquisadores/ as, professores/ as e do mercado editorial. Pg.13/14
(...) em discutir a diversidade étnico-cultural, ainda encontramos afirmações de que é lento investimento nessa temática deve-se á sua atualidade, o que podemos discorda, pois o fato de a educaçãopassar a se interessar por algumas questões problematizá-las não quer dizer que por isso elas se tornem atuais. Há muito a diversidade tem sido estudada pelas Ciências Sociais, pelas Antropologia. Pg.14
FORMAÇÃO DE PROFESSORES: UM PROCESSO COMPLEXO
Carlos Macedo Garcia (1995) salienta que a formação de professores deve proporcionar situações que possibilitem a reflexão ea tomada de consciência das limitações sociais, sociais, culturais e ideológicas da própria profissão docente. Assim, mostra que existe uma variedade de paradigmas de formação de professores/ as, impregnados, cada um deles, de concepções diferentes de professo, expressas por qualificativos como: tradicional, centrado nas competências, personalista ou orientado para a investigação. (...)Independentemente das concepções adotadas e das imagens assumidas, há que ter presente que o formar-se professor dá-se num processo contínuo, seja nas fases distintas do ponto de vista curricular realizadas durante a formação inicial, seja na progressiva educação, proporcionada pelo exercício da profissão. Pg.15
Garcia (1995) ainda chama a atenção para a utilização do conceito de desenvolvimentoprofissional dos professores no lugar de outros como: aperfeiçoamento, reciclagem, formação em serviço e formação permanente. Pg.15
António Nóvoa (1995) também introduz pontos importantes a serem consideradas ao se abordar questões relativas ao preparo de professores, sobretudo para atuar em contextos de diversidade social e cultural. (...) Essa pode desempenhar um papel importante na formação de uma“nova profissional idade “docente, estimulando a emergência de cultura profissional entre o professorado e de uma cultura organizacional entre escolas. Pg.16
Entre as perspectivas que se têm aberto para o estudo da formação de professores / as, vêm encontrando interesse crescente aquelas que focalizam as historias de vida o desenvolvimento profissional, a formação de professoresreflexivos e de novas mentalidades. Questão ate pouco tempo, não levadas seriamente em conta, mas que as pesquisas e os debates de caráter pedagógico relativo á construção das identidades, valores, religião, relações de gênero, de raça, de trabalho têm mostrado serem relevantes dimensões na profissional dos /as professoras. Pg.17
Cabe assinalar como significativo o V Encontro Nacional de Didática e...
tracking img