Inclusao criancas e jovens

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 58 (14439 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

Pós-Graduação em Psicopedagogia


















A Inclusão de Crianças e Jovens
Portadores de Necessidades Especiais no
Movimento Escoteiro no Brasil


















Fernando Braga Monte Serrat






















São Paulo
Agosto de 2002




UNIP – UniversidadePaulista

Pós-Graduação em Psicopedagogia






















Monografia


A Inclusão de Crianças e Jovens
Portadores de Necessidades Especiais no
Movimento Escoteiro no Brasil


























Aluno: Fernando Braga Monte Serrat
Orientadora: Profa. Sonia Maria Colli de SouzaSão Paulo
Agosto de 2000
1. Objetivo

Este trabalho tem como objetivo contemplar o cumprimento de normas do curso de Pós-graduação em Psicopedagogia e propõe um programa de inclusão de crianças e jovens portadores de necessidades especiais às fileiras do Movimento Escoteiro no Brasil, oferecendo-lhes oportunidades tanto de lazer como de educação inclusivos.



2. SínteseProcuramos familiarizar-nos com os conceitos inclusivistas e seus novos paradigmas (inclusão nos esportes, lazer, recreação, artes, cultura, religião, educação), assim como sua aplicação ao Movimento Escoteiro, alcançando as seis áreas de desenvolvimento da proposta pedagógica do Escotismo (física, intelectual, social, afetiva, espiritual e de caráter). A base teórica está assentada sobre ateoria sócio-interacionista de Vigotsky, especialmente quanto à questão da mediação simbólica e da interação entre aprendizado e desenvolvimento (a zona de desenvolvimento proximal) em consonância com o Método Escoteiro concebido por Baden-Powell. Uma visão psicopedagógica da problemática da inclusão por parte dos adultos voluntários (contemplando os fatores psicomotores, orgânicos,afetivo-sociais, cognitivos e pedagógicos) é absolutamente necessária para o sucesso do programa. Além da pesquisa bibliográfica, o presente trabalho encontra subsídios na experiência de diversas Associações Escoteiras Nacionais, assim como em experiências isoladas de Grupos Escoteiros do nosso país. Por fim, propomos um programa de inclusão denominado “Programa Escotismo para Todos”, amparado na participação deadultos especializados no cuidado de crianças e jovens portadores de necessidades especiais, que, por sua vez, irão habilitar os Escotistas e jovens líderes para o desempenho dessa tarefa, garantindo, assim, a continuidade do programa. No bojo do Programa, está prevista a implementação de Curso Técnico visando qualificar voluntários para a tarefa.



3. Lista de Símbolos e Abreviaturas|CPNE |Criança Portadora de Necessidades Especiais |
|CNPJ |Comissão Nacional de Programa de Jovens |
|G.E. |Grupo Escoteiro|
|IBGE |Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística |
|OMS |Organização Mundial da Saúde |
|UEB |União dos Escoteiros do Brasil|
|UNESCO |United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (Organização Educacional, |
| |Científica e Cultural das Nações Unidas) |
|UNICEF |United Nations International Children’s...
tracking img