Imunologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1858 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resposta imune
|Figuras | | | | |

Nomes alternativos:

imunidade adquirida (de adaptação), imunidade celular, imunidade humoral, imunidade, resposta inflamatória, imunidade inata

Informações:

DEFINIÇÃO:
A resposta imune é o modo como o corpo se defende dos microrganismos, células cancerosas eoutras substâncias potencialmente prejudiciais.
O SISTEMA IMUNE
O sistema imune protege o corpo contra substâncias potencialmente prejudiciais. Os antígenos são moléculas grandes (habitualmente proteínas) na superfície das células, vírus, fungos, bactérias, e outras substâncias, como toxinas, substâncias químicas, drogas e partículas estranhas (como lascas). O sistema imune identifica e destróias substâncias que contêm antígenos. Mesmo as células do corpo têm proteínas que são antígenos (entre os quais se inclui o grupo dos chamadas antígenos HLA). O sistema imune aprende a reconhecer esses antígenos como "normais" e próprios e habitualmente não reage contra eles.
IMUNIDADE INATA E INFLAMAÇÃO
A imunidade inata consiste em barreiras que impedem que materiais nocivos penetrem no corpo.Algumas dessas barreiras são a pele, o ácido estomacal, o muco (remove os microrganismos e pequenas partículas), o reflexo da tosse e as enzimas encontradas nas lágrimas e gorduras da pele. Se um antígeno ultrapassar as barreiras externas, ele é atacado e destruído por outras partes do sistema imune. A imunidade inata também inclui o que torna as pessoas resistentes a muitas das doenças dosanimais.
O sistema imune inclui certos tipos de glóbulos brancos, assim como substâncias químicas e proteínas do sangue (como as proteínas do complemento e interferon). Algumas delas atacam diretamente as substâncias estranhas no corpo e outras atuam em conjunto, para auxiliar as células do sistema imune.
A resposta inflamatória (inflamação) faz parte da imunidade inata e ocorre, quando os tecidossão agredidos por bactérias, traumas, toxinas, calor ou qualquer outra causa. O tecido agredido libera substâncias químicas, como a histamina, a bradicinina, a serotonina, entre outras. Essas substâncias químicas promovem o extravasamento de líquido dos vasos sangüíneos para os tecidos, produzindo um inchaço localizado. Isso auxilia a isolar a substância estranha, impedindo-a de entrar em contato comos tecidos do corpo.
As substâncias químicas também atraem os glóbulos brancos que "ingerem" os microrganismos e as células mortas ou lesadas. O processo pelo qual esses glóbulos brancos envolvem, ingerem e destroem as substâncias estranhas, é chamado de fagocitose e as células são chamadas coletivamente de fagócitos. Essas células acabam morrendo. O pus é formado por restos de tecidos mortos,bactérias mortas e fagócitos vivos e mortos.
IMUNIDADE ADQUIRIDA
A imunidade adquirida (de adaptação) se desenvolve, quando o corpo é exposto a vários antígenos. Ela envolve um tipo específico de glóbulo branco, chamado de linfócito. Na realidade, existem dois grupos de linfócitos. Os linfócitos B (também chamados de células B) produzem os anticorpos. Os anticorpos fixam-se a um antígenoespecífico e, com isso, torna-se mais fácil para o fagócito destruir o antígeno. Os linfócitos T (células T) atacam os antígenos diretamente e alguns linfócitos T controlam a resposta imune. Desenvolvem-se linfócitos B e T específicos contra UM tipo de antígeno. Quando um indivíduo é exposto a um antígeno diferente, formam-se linfócitos B e T diferentes.
À medida que os linfócitos se desenvolvem, elesaprendem normalmente a identificar os tecidos próprios do corpo e distingui-los dos tecidos e partículas que normalmente não são encontrados no corpo (não-próprios). Uma vez que se formem os linfócitos B e T, algumas dessas células se multiplicarão e terão o papel de "memória" do sistema imune. Isso também permite que o sistema imune responda mais rapidamente e com maior eficiência, quando...
tracking img