Imperment

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1511 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Definições
Para melhor entendimento da matéria, iremos descrever as definições principais preconizadas ao item 6 da NORMA onde será importante para o entendimento do raciocínio dado ao trabalho.

[...]6. Os seguintes termos são utilizados nesta Norma com os significados específicos que se seguem:
[...]Valor contábil é o montante pelo qual o ativo está reconhecido no balanço depois dadedução de toda respectiva depreciação, amortização ou exaustão acumulada e ajuste para perdas.

Unidade geradora de caixa é o menor grupo identificável de ativos que gera entradas de caixa, entradas essas que são em grande parte independentes das entradas de caixa de outros ativos ou outros grupos de ativos.[...]

Despesas de venda ou de baixa são despesas incrementais diretamente atribuíveis àvenda ou à baixa de um ativo ou de uma unidade geradora de caixa, excluindo as despesas financeiras e de impostos sobre o resultado gerado.

Valor justo líquido de despesa de venda é o montante a ser obtido pela venda de um ativo ou de unidade geradora de caixa em transações em bases comutativas, entre partes conhecedoras e interessadas, menos as despesas estimadas de venda.
[...]Valorrecuperável de um ativo ou de unidade geradora de caixa é o maior montante entre o seu valor justo líquido de despesa de venda e o seu valor em uso.
Valor em uso é o valor presente de fluxos de caixa futuros esperados que devem advir de um ativo ou de unidade geradora de caixa.[...]


VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVOS

Valor recuperável de um ativo ou de uma unidade geradora de caixa é o maior valorentre o valor líquido de venda de um ativo e seu valor em uso. Tendo em vista que o ativo é um conjunto de bens e direitos que compõem o patrimônio, e a descrição de unidade de caixa é a menor parcela capaz de gerar entradas de caixa, é de suma importância saber a forma de se contabilizar os mesmos, pois a luz do princípio da continuidade onde o uso dos ativos realizarão ao esperado mutação dentro dopatrimônio, e que os mesmo podem sofrer mutação durante seu período de utilização com a desvalorização do mesmo, podemos pensar nos seguintes em algumas possibilidades elucidadas a seguir:
Um ativo está desvalorizado quando seu valor contábil excede seu valor recuperável.
Exemplo:
Valor contábil do ativo R$ 500.000,00
Valor recuperável do mesmo ativo R$ 100.000,00
Valor da perda pordesvalorização: R$ 500.000,00 – R$ 100.000,00 = R$ 400.000,00
Assim podemos enxergar claramente que o valor contábil ativo está avaliado em R$500.000,00 e o valor recuperável do mesmo foi de apenas R$100.000,00, isso faz com que o ativo seja desvalorizado e passe a valer R$400.000,00.




PERÍODO DE AVALIAÇÃO


Ao que orienta a NORMA , item 10 alínea (A) que deve-se testar um ativo intangívelcom vida indefinida e ainda não disponível para uso no mínimo no período de um ano, ou seja entidade deve avaliar, no mínimo ao fim de cada exercício social, se há alguma indicação de que um ativo possa ter sofrido desvalorização, onde no caput da norma retrata que deve ocorrer independente de existir ou não indicação de redução ao valor recuperável.

[...](a)testar, no mínimo anualmente, aredução ao valor recuperável de um ativo intangível com vida útil indefinida ou de um ativo intangível ainda não disponível para uso, comparando o seu valor contábil com seu valor recuperável.
Esse teste de redução ao valor recuperável pode ser executado a qualquer momento no período de um ano, desde que seja executado, todo ano, no mesmo período. Ativos intangíveis diferentes podem ter o valorrecuperável testado em períodos diferentes. Entretanto, se tais ativos intangíveis foram inicialmente reconhecidos durante o ano corrente, deve ter a redução ao valor recuperável testada antes do fim do ano corrente; e

(b) testar, anualmente, o ágio pago por expectativa de rentabilidade futura (goodwill) em uma aquisição de entidades.[...]

Onde vale salientar que pela importância no...
tracking img