Impactos do crescimento da oferta interna de energia eólica no brasil até 2020

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5670 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Impactos do crescimento da oferta interna de Energia Eólica no Brasil até 2020

Luciano S. Santos, Otacilio M. S. Fontes, Marcelo Rodrigues

Resumo — Diversos estudos realizados nos últimos anos têm apontado às implicações e impactos sócio ambientais do consumo de energia. As fontes renováveis de energia são apresentadas como a principal alternativa para atender as demandas da sociedade comrelação à qualidade e segurança do atendimento da demanda de eletricidade com a redução dos danos ambientais decorrentes do consumo de energia. Este artigo descreve a evolução do aproveitamento da energia eólica, incluindo dados e informações sobre a situação atual do uso deste recurso para geração de energia elétrica.

Palavras Chave — Energia éolica; Oferta e Demanda de Energia EólicaNomenclatura

PROINFA – Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica, UEE – Usina Eólica, UTE_bio – Usina Termelétrica a biomassa, PCH’s – Pequenas Centrais Hidrelétricas, SIN – Sistema Interligado Nacional, ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica, BIG - Banco de Informações de Geração, PNE – Plano Nacional de Energia, PDE – Plano Decenal de Expansão, GEE – Gás de EfeitoEstufa, ACL – Ambiente de Comercialização Livre, ACR – Ambiente de Comercialização Regulada.

Introdução

As fontes renováveis de energia têm ganhado espaço no mundo. Desde o começo deste século que, a cada ano, a capacidade instalada destas tecnologias supera a do ano anterior. A maior significância dessas fontes em relação a fontes convencionais, tais como: gás natural, carvão, petróleo enuclear, apesar de ainda modesta, advém da preocupação global crescente em relação às mudanças climáticas e segurança de suprimento, que tem resultado em políticas regionais que visam promover fontes de baixo impacto ambiental e de mais fácil acesso por boa parte de população do mundo[1]
A América Latina é a região do mundo que possui a geração elétrica mais renovável, e da energia muito devido àexploração do seu grande potencial hidrelétrico, refletindo em 57% da geração elétrica na região em 2007 [2]. No entanto, a região começa a demonstrar interesse em outras fontes, fato que pode ser explicado pela significativa redução do potencial hidrelétrico remanescente econômica e ambientalmente viável pelo Brasil, sendo promovida através de mecanismos distintos entre si, sendo o mais comum aadoção de leilões para esta fonte, caso do próprio Brasil, da Argentina, México e Peru[3].
No caso do Brasil, o primeiro Programa visando a utilização de fontes renováveis foi o Proálcool, direcionado para o setor de transportes e resultado dos choques do petróleo. No entanto, no que tange ao setor elétrico, atualmente a promoção de fontes renováveis possui um viés diferente, objetivando adiversificação, na medida em que a matriz elétrica do país já é bastante renovável se comparada ao perfil global, devido à sua base hidrelétrica.
A iniciativa mais marcante para a inserção de fontes renováveis no setor elétrico foi a criação do PROINFA, iniciado em 2002, que tinha como objetivo promover a contratação de projetos baseados em fontes classificadas como sendo “alternativas”,tais como: pequenas centrais hidrelétricas, eólicas e térmicas à biomassa, principalmente bagaço de cana. O Programa, apesar de ter encontrado barreiras significativas para sua implementação, foi um passo importante para o país no sentido de adquirir e promover experiência e “know-how” no tocante à geração renovável, alternativa aos grandes empreendimentos hidrelétricos. Hoje, a contratação dessasfontes se dá por leilões de reserva e leilões de fontes alternativas, que são direcionados exclusivamente para essas fontes. Nesse contexto, pode-se dizer que a geração eólica foi a que mais se beneficiou pelo PROINFA, uma vez que a capacidade contratada foi além da cota pré-estabelecida, apesar do seu alto custo na época de sua criação.
Os efeitos dos investimentos no setor eólico observados...
tracking img