Iluminismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9779 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Conflitos da burguesia e aristocracia

As revoluções Burguesas são um momento significativo na história do capitalismo, na medida em que serão elas que contribuirão para abrir caminho para a superação dos resquícios feudais e, portanto, para tornar possível a consolidação do modo de produção capitalista. Tais revoluções ocorreram em vários países europeus, no entanto, neste capítulo, vai-se darênfase especial a duas delas: a Revolução Inglesa, ocorrida no século XVII, e a Revolução Francesa, no final do século XVIII.
O Estado absolutista alimenta-se do conflito entre essas classes sociais, procurando administrá-lo para preservar uma situação de equilíbrio de forças entre elas. Tirando o máximo proveito dessa coexistência de forças, garantia o poder supremo da monarquia. Isso explicacertas contradições do Estado absolutista, como, por exemplo, conceder monopólios de comércio à burguesia, estimular as atividades comerciais e, ao mesmo tempo, oferecer pensões para sustentar uma nobreza cortesã, parasitária e improdutiva.

Características principais  - O iluminismo é deísta, isto é, acredita na presença de Deus na natureza e no homem e no seu entendimento através da razão. Éanticlerical, pois nega a necessidade de intermediação da Igreja entre o homem e Deus e prega a separação entre Igreja e Estado. Afirma que as relações sociais, como os fenômenos da natureza, são reguladas por leis naturais.

Visão do homem – Para os teóricos do Iluminismo o homem é naturalmente bom e todos nascem iguais. É corrompido pela sociedade, em conseqüência das injustiças, opressão eescravidão. A solução é transformar a sociedade, garantindo a todos a liberdade de expressão e culto e fornecendo mecanismos de defesa contra o arbítrio e a prepotência.

Organização da sociedade – Deve ser norteada pelo princípio da busca da felicidade. Cabe ao governo garantir os “direitos naturais”: liberdade individual, direito de posse, tolerância, igualdade perante a lei. A doutrina doliberalismo político substitui a noção de poder divino pela concepção do Estado como criação do homem e entregue ao soberano mediante um contrato, o contrato social. Como a idéia de contrato implica sua revogabilidade, abre as portas para diversas formas de governo.

Formas de governo – Alguns iluministas, como Montesquieu e Voltaire, têm como modelo a monarquia inglesa. Outros, como Rousseau, preferemuma república com fundamentos éticos.

Precursores dos iluministas – Os principais são René Descartes (1596-1650), matemático e filósofo francês, defensor do método lógico e racional para construir o pensamento científico; e Isaac Newton (1642-1727), cientista inglês, descobridor de várias leis físicas, entre elas a lei da gravidade. Para Newton, a função da ciência é descobrir leis universaise enunciá-las de forma precisa e racional. http://www.grupoescolar.com/materia/iluminismo_-_contexto_historico_e_iluministas.html
O pensamento ocidental, antes tão marcado pelo
misticismo religioso, conheceu a partir do século XVIII uma nova
possibilidade de construção sustentada no Racionalismo. O
mundo físico e seus fenômenos deixavam de ser justificados
pela religião e passavam a serexplicados pela razão. O
Iluminismo foi acima de tudo uma revolução cultural porque
propôs uma nova forma de entender a natureza e a sociedade e
significou uma transformação profunda na forma de pensar, pois
rompeu com a maneira como as pessoas pensavam antes.
Vale salientar que apenas uma parcela da população
europeia teve contato com as novas ideias e descobertas
científicas. A grande maioriada população continuou a pensar o
mundo a partir do que ensinavam as teses religiosas.
O Iluminismo também é chamado Movimento das
Luzes, Filosofia das Luzes ou Ilustração. O século XVIII é
denominado Século das Luzes.
Desde o século XVI, a Europa vivia um processo de
múltiplas transformações. As grandes navegações, a Reforma
Religiosa, a formação do Estado Nacional e a expansão do...
tracking img