Ilha das flores- trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Ricardo Reis
* Historia

Ricardo Reis (19 de setembro de 1887) é um dos quatro heterónimos mais conhecidos de Fernando Pessoa, tendo sido imaginado de relance pelo poeta em 1913 quando lhe veio à ideia escrever uns poemas de índole pagã. Nasceu no Porto, estudou num colégio dejesuítas, formou-se em medicina e, por ser monárquico, expatriou-se espontaneamente desde 1919, indo viverno Brasil. Era latinista por formação clássica e semi-helenista por autodidactismo. Na sua biografia não consta a sua morte, no entanto José Saramago faz uma intervenção sobre o assunto em seu livro O Ano da Morte de Ricardo Reis, situando a morte de Reis em

* Biografia
Ricardo Reis é um heterônimo do poeta Fernando Pessoa. O poeta português foi vários poetas ao mesmo tempo, além de Ricardo Reis,foi também Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Bernardo Soares. Tendo sido "plural", criou personalidades próprias para os vários poetas que conviviam nele. Cada qual tinha sua biografia e um traço diferente de personalidade, como se fossem personagens de seu criador.
Ricardo Reis foi criado quando Fernando Pessoa escreveu os "Poemasde Índole Pagã". Em sua biografia consta que nasceu em Porto,Portugal, no dia 19 de setembro de 1887. Estudou em colégio de jesuítas e estudou medicina. Era monarquista, auto-exilou-se no Brasil, em 1919, por discordar da Proclamação da República Portuguesa. Foi profundo admirador da cultura clássica. Era autodidata na língua grega e de formação sólida na língua latina e mitologia.
Ricardo Reis possui obras em seu nome. As primeiras obras foram publicadas narevista Athena, fundada por Fernando Pessoa em 1924. Entre 1927 e 1930, publicou várias Odes na revista Presença, de Coimbra. A idéia desenvolvida em sua obra faz parte do pensamento Greco-romano: clareza, equilíbrio, as boas formas de viver, o prazer, a serenidade. O pensamento do filósofo Epicuro permeia a obra de Ricardo Reis, que pregava que as pessoas deveriam viver o "aqui e agora", retomandoo preceito grego do "carpe diem", baseado no prazer. Mas, além do epicurismo, Ricardo Reis possuía o estoicismo também como influência, que propõe a aceitação do acontecimento das coisas e a rejeição às emoções e sentimentos exacerbados.
Ricardo Reis possui um estilo muito próximo dos escritos do poeta latino Horácio, que foi seu grande inspirador, como o uso de gerúndios, imperativos einversões de sintaxe, como os hipérbatos.
Em sua biografia não consta a data de sua morte mas, o escritor José Saramago em seu livro "O Ano da Morte de Ricardo Reis", situou-o em 1936
* Obra
As primeiras obras foram publicados em 1924, na revista Athena, fundada por Fernando Pessoa. Mais tarde foram publicados oito odes, entre 1927 e 1930, na revista Presença, de Coimbra. Os restantes poemas e prosassão de publicação póstuma.

* Temas
Reis, também discípulo de Caeiro, admira a serenidade e a calma com que este encara a vida[2], por isso, inspirado pela clareza, pelo equilíbrio e ordem do seu espírito clássico greco-latino, procura atingir a paz e o equilíbrio sem sofrer, através da autodisciplina e das seguintes doutrinas gregas:

Epicurismo

Doutrina baseada num ideal de sabedoriaque busca a tranquilidade da alma através das seguintes regras:
* Não temer a morte - Levando o poeta ao Fatalismo, tendo a morte como única certeza na vida.
* Procurar os simples prazeres da vida em todos os sentidos, sem preocupações com o futuro (carpe diem), mas sem excessos - Deste modo aprende a viver cada instante como se fosse o último; e faz da vida simples campestre um ideal(aurea mediocritas);
* Fugir à dor - Como defesa contra o sofrimento, sobrepõe a razão sobre a emoção;

Estoicismo

Doutrina que tem como ideal ético a apatia - ausência de envolvimento emocional excessivo que permite a liberdade – , e que propõe as seguintes regras para alcançar a felicidade (relativa, pois não pretende um estado de alegria mas sim de um contentamento inconsciente):...
tracking img