Idoso e a familia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 62 (15395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Seja na família ou na comunidade, seja através da transmissão de valores culturais e tradições, a sociedade deverá preparar-se para encarar a velhice numa perspectiva de longevidade, qualidade e dignidade. (NASCIMENTO, Maria Cristina et al., 2000).

Sabemos que nos dias de hoje, estamos testemunhando um novo fenômeno na história da humanidade: o extraordinário aumentopopulacional de idosos. Até a década de 70, o Brasil foi considerado um país de jovens. Nessa ocasião, as próprias características demográficas da população brasileira foram utilizadas pela ideologia do regime político vigente, para reforçar a idéia discriminatória em relação ao velho. Assim, a imagem da velhice, presente no imaginário das pessoas em geral, foi se impregnando de valores estigmatizadores,nos quais foram evidenciados os aspectos negativos do envelhecimento, tendo como parâmetro a imagem do jovem. Desta forma, a doença, a inatividade, o abandono, as rugas, a flacidez do corpo, a solidão, são algumas das características que definem o "ser velho".
Atualmente, o conceito de velhice vem passando por transformações e, embora de maneira lenta, vem estabelecendo uma nova relação da nossacultura com o envelhecimento. O aumento do número de velhos, no âmbito da população em geral, vem trazendo uma visibilidade social e gerando uma nova demanda de preocupações e interesses sociais.
O presente estudo tem como ponto de partida a situação pobreza, violência e miséria vivenciada pelos idosos e suas famílias na atualidade. Apoiado na linha de pensamento desenvolvida por Pereira (2004),a pesquisa parte do seguinte pressuposto: apesar de a Política Nacional de Assistência Social avançar na concepção de família, conferindo centralidade a esta instituição no desenvolvimento das ações voltadas a pessoa idosa, ainda prevalece um conservadorismo, quando se atribui a família responsabilidades acima de suas capacidades. No discurso governamental, não se relaciona os problemasvivenciados por estas famílias, a questões de ordem estrutural. A ausência desta conexão possibilita a análises superficiais da questão conferindo a família responsabilidades que estão além de suas possibilidades.
Para o desenvolvimento da presente analise privilegiou-se: o estudo da literatura sobre o tema e a pesquisa documental. As analises documentais tiveram como referência os dadosestatísticos fornecidos pelo IBGE/PNAD, a PNAS/2004, e a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais. Para complementar o estudo, utilizou-se como fonte de informação o Plano Municipal de Assistência Social de Maceió 2010 -2013. O pouco tempo destinado a realização da monografia não permitiu o desenvolvimento de uma pesquisa de campo.
Os resultados obtidos são apresentados em duas seções: aprimeira aborda as diversas concepções acerca do envelhecimento fazendo uma trajetória desde os tempos bíblicos até os dias atuais. Também busca mostrar como vem se processando na cena contemporânea as discussões acerca da qualidade de vida e sua relação com o envelhecimento. Para finalizar a seção foi desenvolvida uma breve discussão acerca do papel da família no contexto das políticas sociais.
Asegunda seção buscou realizar uma trajetória da proteção social ao idoso. Para atingir tal objetivo, a seção foi iniciada apresentando o panorama atual do envelhecimento no Brasil e no mundo. Posteriormente foi realizada uma breve trajetória acerca do sistema de proteção social direcionado a pessoa idosa, traçando um percurso que foi desde as primeiras iniciativas públicas voltadas para estesegmento ainda nos anos 1920, até os dias atuais, quando emerge a PNAS/2004. Conclui fazendo uma breve analise dos Serviços de Proteção Social Básica direcionados a pessoa idosa, tendo como fundamento as propostas contidas na Tipificação dos Serviços Sociassistenciais.
Nas considerações finais foi realizada uma breve analise sobre a ênfase dada a família nos serviços de proteção social básica...
tracking img