Identifica-se o professor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 83 (20616 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTA
CURSO DE PEDAGOGIA










IDENTIFICA-SE O PROFESSOR...








JAQUELINE DE OLIVEIRA PEIXOTO


JOANA ROCHA MAYAN


JULIANA ALVES ABRIL









SÃO PAULO, 2006.




JAQUELINE DE OLIVEIRA PEIXOTO


JOANA ROCHA MAYAN


JULIANA ALVES ABRILCurso de Pedagogia











IDENTIFICA-SE O PROFESSOR..










Trabalho de conclusão apresentado no curso de Pedagogia,
Da Universidade Pau1lista, sob a orientação da Professora
Rosmeire Vieira Romeno












SÃO PAULO, 2006.































Dedicamos esta pesquisa, para todos oscolegas de trabalho,

Professores, Pedagogos, Mestres, todas as pessoas que acreditam

Que a Educação pode ser melhor, e querem investir em seus alunos,

Acreditando neles e em um país melhor.

Dedicamos esta pesquisa à você leitor que folheará estas páginas,

E junto conosco poderá adentrar nos sonhos da Educação,

E na fascinação desseofício tão brilhante,

Ser Professor.



































“ (...) As condições de trabalho e a desvalorização social da

profissão de professor, de fato, prejudicam a construção da

identidade dos futuros professores..que caracterizam o

Ser Professor. Isso acontece porque a identidade com aProfissão diz respeito ao significado pessoal e social que a profissão

Tem para a pessoa. Se o professor perde o significado do trabalho

Tanto para si próprio como para a sociedade, ele perde a

Identidade profissional”.

(Libâneo, 2001 : 64)


















Agradecemos primeiramente a Deus, por nos ter dado sabedoria para

Arealização desta pesquisa.

Agradecemos nossos professores que se

Dedicaram a nós, nos ensinando e nos corrigindo. Agradecemos

Nossos pais, parentes, amigos, namorados e esposo que juntos conosco,

Trabalharam, nos confortando, nos suportando e nos acolhendo.

Agradecemos a todas as companheiras de sala que formaram uma equipe,

Nessa busca do saberpara nossos objetivos, sempre ajudando umas ás outras sem preço.

Enfim, agradecemos a todos que cooperaram direta e indiretamente

para a realização da referida pesquisa.




I – INTRODUÇÃO

“Pra quê estudarmos isso? O que isso vai ser usado na nossa vida?”....são frases como esta que vivenciamos todos os dias na sala de aula. Ou senão, já nos pegamos várias vezesfazendo-nos essas perguntas por volta de nossa trajetória escolar.

A educação passa por uma crise sem precedentes na História. Os alunos estão alienados, não se concentram, não têm prazer em aprender e são ansiosos. Segundo a pesquisa mostrada pela Folha de São Paulo no dia 24 de março deste ano, quinze em cada cem jovens matriculados no ensino médio abandonaram os estudos no Brasil em2004. Isso significa que 1,402 milhão de alunos deixaram a escola num universo de 9,169 milhões de matrículas. É o maior índice de abandono desde 1996.
Também é praticamente o dobro do registrado no ensino fundamental, etapa em que oito a cada cem estudantes matriculados abandonaram a sala de aula.
É o que mostra o último Censo Escolar, divulgado neste mês pelo Inep (Instituto Nacional de Estudose Pesquisas Educacionais), ligado ao Ministério da Educação.
Além dos casos de abandono, o Censo aponta que dez em cada cem estudantes do ensino médio foram reprovados em 2004. São pouco mais de 965 mil jovens. Esse também é o maior índice registrado desde 1996.
Os dados incluem as redes pública e particular, porém essa última detém só 12% das matrículas e os menores índices de reprovação...
tracking img