Ictericia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2643 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Este trabalho é um estudo de caso que foi realizado no hospital Governador Mario covas Junior na cidade de Ilha Bela SP, durante estágio da disciplina Praticas do Processo do Cuidar Fundamentos, com o paciente VS 68 anos portador da patologia icterícia durante seu período de internação.
A icterícia caracteriza-se pelo acumulo de bilirrubina no plasma e nos tecidos econsequentemente coloração amarelada da esclera, pele e mucosas. Na degradação da hemoglobina pelo sistema fagocitário mononuclear, a estrutura cíclica do composto ferro-porfirina (heme) é aberta, o ferro é removido e reutilizado pelo corpo, também ocorre com a globina. A cadeia aberta de porfirina é convertida num pigmento verde, denominado biliverdina. Em seguida, a biliverdina é reduzida pela biliverdinaredutase, até bilirrubina, um pigmento laranja-amarelado.
Sucessivamente ligada à albumina, a bilirrubina é transportada das células fagocitárias mononucleares até o fígado através da circulação.
No hepatócito o pigmento é clivado da albumina, conjugado ao ácidoglicurônico, e excretado na bile como diglicuronato de bilirrubina. No intestino abilirrubina conjugada sofre redução pelas bactérias atéurobilinogênio(mesobilirrubinogênio e estercobilinogênio). Parte do urobilinogênio é reabsorvida na circulação portal, conduzido até o fígado (circulação entero-hepática), onde a maior parte deste componente é convertido a um composto similar à bilirrubina e reexcretado na bile.
Pequena quantidade do urobilinogênio absorvido ingressa na circulação geral e é excretada pela urina. O urobilinogênionão reabsorvido do intestino é oxidado nas partes inferiores do intestino até urobilina e estercobilina, que são os pigmentos normais das fezes.Nesse esquema, três pigmentos têm importância fundamental para o diagnóstico de icterícia, diglicuronato de bilirrubina, também chamado de bilirrubina conjugada ou bilirrubina de reação direta (reage diretamente no teste de Van den Bergh), bilirrubina nãoconjugada, que também é chamada de bilirrubina de reação indireta (reagem indiretamente no teste de Van den Bergh), urobilinogênio (JONES, et. al., 2000).
Em condições normais, é comum haver pigmentos biliares no sangue, porém, não em quantidade excessiva como ocorre na icterícia. Tais pigmentos resultantes da destruição da hemoglobina são filtrados pelo fígado e excretados através das fezesDesenvolvimento descrição da patologia
Conceito
Coloração amarelada da pele e das mucosas pela deposição de bilirrubina, bilirrubinemia acima de 2.0 mg/100ml de sangue,melhor identificada sobre a luz natural,diferencia-se de outros pigmentos pela deposição na mucoses em especial escleróticas palato e freio da lingua
.Etiologia e incidência
A icterícia1 ocorre pelo acúmulo no sangue9 de bilirrubina4direta (conjugada) ou indireta (não conjugada).
A acumulação da bilirrubina4 direta (conjugada) deve-se a uma colestase (acumulação de bile7), por algum impedimento do fluxo natural da bile7 do fígado10 ao intestino pelo colédoco. Isso pode ocorrer com os cálculos biliares, os tumores ou os processos inflamatórios.
A acumulação da bilirrubina4 indireta (não conjugada) pode dever-se a váriascausas, como déficit de conjugação hepática (hepatites, cirroses etc.) ou aumento da produção de bilirrubina4 (hemólise, eritropoiese excessiva).
A icterícia pode se desenvolver quando a células vermelhas sanguíneas se quebram e é deixada bilirrubina. É normal que algumas células vermelhas morram todos os dias. No útero, o fígado da mãe remove bilirrubina para o bebê. Porém, depois do nascimento opróprio fígado do bebê deve remover a bilirrubina.
Em alguns bebês o fígado pode não se desenvolver suficientemente para se livrar eficientemente da bilirrubina. Quando muita bilirrubina se acumula no bebê, a pele e a parte branca dos olhos podem ficar amarelas. Essa cor amarelada é chamada icterícia, em torno de 60% de todos os bebês tem icterícia
Síndrome de Crigler Najjar
Algumas pessoas...
tracking img