Ibm e o holocausto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1174 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC Curso de História Disciplina: História Contemporânea II Professor: Marcelo Pastafiglia Acadêmicos: Ingrid Krause Soares João Batista Figueira Ribeiro Data: 18/05/2012

IBM E O HOLOCAUSTO

Em um certo dia do ano de 1993, durante uma visita ao Museu do Holocausto dos Estados Unidos, em Washington, o jornalista Edwin Black deparou-se com umamáquina IBM Hollerith D-11 – de classificação de cartões, que ocupava um lugar de destaque na exposição. Após fitar o objeto por um tempo, uma pergunta surgiu:
what was the connection of this gleaming black, beige and silver machine, squatting silently in this dimly lit museum, to the millions of Jews and other Europeans who were murdered — and murdered not just in a chaotic splitsecond as a casualty ofwar, but in a grotesque and protracted twelve-year campaign of highly organized humiliation, dehumanization, and then ultimately extermination? (BLACK, 2006, p.19)1

Black (2006), filho de poloneses sobreviventes do Holocausto, concluiu que a IBM (Internacional Business Machines) de alguma forma se envolvera no Holocausto, dele participando com algum tipo de contribuição tecnológica. Esse foi oponto de partida, em 1998, para o início de uma extensa pesquisa, a qual deu origem ao livro IBM e o Holocausto, lançado em 2001. A obra discorre acerca da participação consciente da IBM no Holocausto, catalogando e identificando os judeus, além de outros grupos “indesejáveis”, como homossexuais e ciganos, existentes na Alemanha nazista. A IBM foi fundada por Hermann Hollerith, alemão crescidonos Estados Unidos. Com 19 anos, já formado pela Columbia Scholl of Mine, recebeu uma proposta de trabalho

1

“Qual era a relação dessa máquina cintilante, pintada de preto, bege e prata, aboletada naquele museu discretamente iluminado, com os milhões de judeus e outros europeus assassinados - massacre que não ocorreu em caóticas frações de segundo, da maneira como pereceram tantas vítimas daguerra, mas como resultado de uma campanha hedionda e altamente organizada de humilhação, desumanização e, finalmente, extermínio em massa, que se prolongou durante 12 anos?” – Tradução de Estação Veja (ver Referências). 1

como assistente no U.S Census Bureau2. Certa vez, devido a uma brincadeira de seu chefe, Hollerith teve a idéia de criar um cartão perfurado, onde cada orifício representariaa característica de uma pessoa, como sexo, nacionalidade e ocupação. O invento acabou por economizar US$ 5 milhões nos gastos norte-americanos com o censo, pois o sistema de leitura de cartões era capaz de fornecer respostas a 235 perguntas formuladas pelo órgão, auxiliando o governo a traçar o perfil de sua própria população. Com isso, Hollerith resolveu patentear e, ao invés de vender, optoupor alugar aos países a sua invenção, deixando-os em suas mãos. Os governos passaram a ser vistos apenas como clientes – clientes a serem controlados. Em fins de 1896, o jovem empreendedor constituiu de fato sua empresa, localizada em Washington e nomeada Tabulating Machine Company (antigo nome da IBM). No início do século XX, sua companhia já havia atingido praticamente o status de monopólio.Contudo, um rival surgiu na década seguinte, oferecendo máquinas mais baratas e rápidas, conquistando seu principal cliente, a U.S Census Bureau. Hollerith, desolado, decidiu vender suas patentes no exterior, e em 1910 Willi Heidinger estabelece a Deutsche Hollerith Maschinen Gesellschaft, comumente conhecida como Dehomag, uma licenciada alemã da Tabulating Machine Company norte-americana. Quatro anosdepois, após um período de troca de diretorias e nome da empresa, Thomas J. Watson assume a presidência da mesma, renomeando-a para Internacional Business Machines – a IBM, e em 1922 comprou 90% das ações da Dehomag, que estava afundada em dívidas em função da atual situação econômica alemã. O resultado: em 1933 a Dehomag detia mais da metade da receita da IBM em todo o mundo, tendo mais de 70...
tracking img