Humanas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 283 (70615 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O Futuro da Humanidade
Este livro foi digitalizado e distribuído GRATUITAMENTE pela equipe Digital Source com a intenção de facilitar o acesso ao conhecimento a quem não pode pagar e também proporcionar aos Deficientes Visuais a oportunidade de conhecerem novas obras. Se quiser outros títulos nos procure http://groups.google.com/group/Viciados_em_Livros , será um prazer recebê-lo em nossogrupo.

http://groups.google.com.br/group/digitalsource http://groups.google.com/group/Viciados_em_Livros

AUGUSTO CURY

O Futuro da Humanidade
A SAGA DE UM P E N S A D O R

4a Edição

SEXTANTE

Copyright © 2005 por Augusto Jorge Cury

edição Regina da Veiga Pereira revisão Antônio dos Prazeres Sérgio Bellinello Soares capa Raul Fernandes projeto gráfico e diagramação Valéria Facchinide Mendonça fotolitos RR Donnelley impressão e acabamento Lis Gráfica e Editora Ltda.

CIP-BRASIL. CATALOGAÇÃO-NA-FONTE SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS, RJ C988f Cury, Augusto Jorge, 1958O futuro da humanidade: a saga de Marco Polo. / Augusto Cury. - Rio de Janeiro : Sextante, 2005. ISBN 85-7542- 162-X 1. Psicologia - Ficção. 2. Ficção brasileira. I. Título. 05-0460. CDD 869.93CDU821.134.3(81)-3

Todos os direitos reservados por Editora Sextante / GMT Editores Ltda. Rua Voluntários da Pátria, 45 - Gr. 1.404 - Botafogo 22270-000 - Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 2286-9944 - Fax: (21) 2286-9244 E-mail: atendimento@esextante.com.br www.sextante.com.br

Agradecimentos

Agradeço a cada um dos pacientes que encontrei ao longo da minha trajetória como psiquiatra e pesquisadorda psicologia. Eles me ensinaram a ver com os olhos do coração, a perscrutar um mundo deslumbrante que se esconde nos vales das perdas e nos penhascos das dores emocionais. Eles são pérolas vivas no teatro da existência. Dedico esta ficção a eles e a todos os que foram e são mutilados pela vida. De algum modo eles estão retratados nas linhas deste texto.

Capítulo 1

A ansiedade pulsava nointerior de alguns jovens. Um grande sonho encenava-se no teatro de suas emoções. Movidos pela euforia, percorriam como crianças os corredores das salas de aula da Faculdade de Medicina. Olhos fixos nas paredes, cativados por estranhas e belas imagens que retratavam detalhes do tórax e músculos. Imagens de corpos nus dissecados revelavam que por dentro os seres humanos sempre foram mais iguais doque imaginaram. A fotografia de um cérebro, saturado de reentrâncias, como riachos que sulcam a terra, indicava o centro vital de nossa inteligência e de nossas loucuras. Chegou o grande dia, o mais esperado e o mais temido. Os novos alunos teriam a primeira aula de anatomia. Desvendariam os segredos do objeto mais complexo da ciência: o organismo humano. Aguardavam, impacientes, seus mestres dolado de fora do laboratório, que exalava um ar de enigma. Não lhes cabia no imaginário o que os esperava. Queriam ser heróis da vida, aliviar a dor e prolongar a existência, mas o currículo insensível da medicina os abalaria, sem nenhum preparo, com a imagem grotesca da morte. O sonho de se tornarem heróis da vida receberia um duro golpe. Iam se deparar com corpos despidos, dispostos seqüencialmente,como animais. Enfim chegaram os professores e os técnicos de anatomia. Subtraiu-se a palavra, e um silêncio gélido envolveu o grupo. Os professores entraram na grande sala do laboratório e convidaram os sessenta alunos a acompanhá-los. Caminharam, espremidos, lentamente pela porta dupla, mas estreita. Como espectadores de um grande show, a tensão expandiu-se e procurou órgãos para se alojar,provocando sintomas psicossomáticos. Uns sentiram palpitação, outros ficaram ofegantes e ainda outros transpiravam. Ao entrar, um choque emocional ecoou no âmago da jovem platéia. Os alunos viram 12 cadáveres completamente nus, deitados rígidos, com o peito e a face voltados para o teto. Cada um estava estendido sobre uma alva mesa de mármore branco. O cheiro de formol, usado para conservar os...
tracking img