Hospitais gerais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2007 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice
Introdução 1

Objectivos específicos 2

Conceitos 3

Os Hospitais Gerais 3

Listas de Mobiliários, Equipamentos e Carga de Medicamentos 4

Competência Para Aprovação dos Programas Médicos Arquitectónicos dos Hospitais Gerais 4

Procedimento Para a Planificação, Programação e Reclassificação dos Hospitais Gerais 5

Evolução dos Hospitais Gerais 6

Manutenção dos HospitaisGerais 7

Reclassificação dos Hospitais Gerais, das Unidades Sanitárias, já Existentes. 8

Conclusão 10

Plano Director 11

Bibliografia 12






Introdução



A Caracterização dos hospitais com a referência aos cuidados prestados podem calcificar-se em 4 modalidade:

Hospitais de cuidados primários, secundários, terciários e quaternários. Porém, interessa neste trabalhofalarmos de hospitais com cuidados secundários.

Segundo GONÇALVES, Cuidados secundários são os cuidados prestados em hospitais de comunidade de 100 a 200 leitos. Atendem especialidades médicas, incluindo serviços de clínica médica e clínica cirúrgica, obstetrícia e pediatria; conta como medico de diagnostico para atender, também, populações abrangidas por varia unidades primárias, em regime deinternação e ambulatório.

O hospital geral é o hospital destinado a atender pacientes portadores de doenças das várias especialidades médicas. Poderá ter sua actuação limitada a um grupo etário (hospital infantil), a determinada camada de população (hospital militar) ou com finalidade específica (hospital de ensino)




















Objectivos específicos



•Identificar o tipo de equipamentos e mobiliário que possuem os Hospitais Gerais;

• Identificar as características gerais dos Hospitais Gerais;

• Indicar o tipo de materiais médico-cirúrgicos que lhe permitem a realização das tarefas indicadas neste diploma ministerial.




































Conceitos


Os Hospitais Gerais



Oshospitais gerais segundo o Diploma Ministerial Número 127/2002, no artigo 23, estes são muito idênticos com o hospital rural mais distingue-se deles por se situarem sempre em zonas urbanas e por servirem de primeiro nível de referências essencialmente a populações provenientes de áreas de saúde situadas em zonas urbanas.



Como consequência de um indicador no número anterior, os Hospitais Geraisprestam, cuidados cirúrgicos de cirurgia geral em regime de urgência (24 horas por dia) realizando também intervenções de grande cirurgia electiva.



Contudo os Hospitais Gerais são considerados unidades sanitárias de assistência médica e medicamentosa a doente, grávidas e parturientes, em regime ambulatório e de internamento. Estes também dedicam-se a actividades de prevenção, promoção,reabilitação, formação, pesquisa e supervisão técnica nas condições a serem definidos pelo ministro da saúde.



Os Hospitais podem ainda actuar como nível de referência técnica para as unidades sanitárias do Serviço Nacional de Saúde e outros níveis inferiores sendo obrigado a receber os doentes referidos por essa unidade. Estes hospitais também podem transferir doentes para as unidades do ServiçoNacional de Saúde do nível superior quando esgotada a sua capacidade técnica.



O Hospital Geral segundo GONÇALVES é uma unidade hospitalar do nível secundário, atende pacientes clínicos, cirúrgico e obstétricos. Dentro das especialidades clínicas teríamos gastrenterologia, cardiologia, endocrinologia, dermatologia, pneumologia, pediatria e a neurologia. Nas especialidades cirúrgicasencontramos a cirurgia geral, traumatologia, ortopedia, otorrinolaringologia, oftalmologia, urologia, ginecologia e obstetrícia. Este hospital devera contar com os serviços de apoio clínico, com: laboratório de análises clínicas, anatomia patológica, radiologia, anestesia, banco de sangue, electrocardiografia, electroencefalografia e radioterapia.


Listas de Mobiliários, Equipamentos e Carga de...
tracking img