Hoje

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 69 (17229 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Visão Histórica da Ética

Unidade II - Aula 01 - A Ética Filosófica de Platão e a Ética Das Virtudes De Aristóteles
A ética de Platão, como também a de Aristóteles, inscreve-se numa tradição que remonta aos chamados Sete Sábios, situados nas origens da filosofia e para os quais a sabedoria implica um certo comportamento virtuoso, uma certa educação do desejo, capaz de orientar o sujeito adesejar a sabedoria, a afeiçoar-se à sabedoria (phileínsophían [φιλείνσοφίαν]): eis aí o princípio do filosofar (philosophein [φιλοσοφείν]), tal como a tradição o conservou e transmitiu a Platão e a Aristóteles (FRÈRE, 1981, p. 22-25). Antes de começar o estudo deste conteúdo, visite o Portal da Grécia Antiga e conheça os Sete Sábios como introdução à ética para Platão e para Aristóteles, que são osdois temas abordados nesta aula.
1.1 A Ética Filosófica de Platão
Platão foi o primeiro a enfrentar filosoficamente, isto é, com rigor de método e profundidade de reflexão, a questão do “Bem”. A interrogação platônica visará à questão do “Bem em si mesmo” e de como este Bem se apresenta como bem-para-nós, ou seja, como bem na vida humana.
Para iniciarmos o estudo do pensamento de Platão sobre aÉtica, vamos olhar um de seus clássicos escritos conhecido como “Mito da Caverna”
Platão, para explicar sua concepção de Ética, inventou o Mundo Ideal, lugar abstrato onde existe o Bem, a Verdade, a Justiça, o Belo e todas as noções perfeitas que existem. Em nosso mundo real, só percebemos a sombra deste mundo ideal, onde existe a luz plena. Para alcançar o mundo ideal, segundo Platão, precisamosde um método, a que ele chama de dialética.
Platão foi discípulo de Sócrates, considerado por ele como “o homem mais sábio e mais justo de seu tempo” (PEGORARO, 2006), e dele herdou seus principais princípios que percorreram toda a sua filosofia. De Sócrates nada temos escrito, mas sabemos de sua vida e de seu pensamento por meio de seu discípulo mais iminente.
Sócrates, que viveu no século IVa.C., foi o primeiro filósofo grego que se ocupou com o ser humano como prioridade e objeto de reflexão filosófica. Até então, a questão em que os filósofos se debatiam tinha como foco principal a natureza. Das palavras de Platão, sabemos que Sócrates não fazia sua reflexão filosófica a partir de um gabinete separado do mundo, mas sim do mundo vivido e experimentado pelas pessoas. É nas praças(Ágora), na ruas, nos mercados que Sócrates interpela seus interlocutores para buscar a verdade. Sob o lema “conhece-te a ti mesmo”, que ficou registrado na história como emblemático em todos os tempos, Sócrates inaugurou o método da maiêutica. Isto é, a verdade já está no interior de cada um, basta um bom método para retirá-la. Este método, a maiêutica, é semelhante ao trabalho da parteira, que fazvir para fora o ser vivo que está dentro do útero. Assim, também o é com a verdade, ela já está no interior das pessoas, mas precisa ser retirada de lá.

Quem é justo e bom, seja homem ou mulher, é feliz e o injusto é infeliz. Não épossível que, ao homem bom, aconteça algum mal nem na vida e nem na morte: os deuses dele se ocupam. (Sócrates, citado por PEGORARO, 2006)
Com esta premissa (a verdadejá está no interior de cada um) e com este método (fazer a verdade aparecer por meio da maiêutica), Sócrates pretende recuperar o valor da dignidade moral do ser humano, em uma sociedade que tinha sérios problemas com a justiça e o bem. Esta verdade, contudo, tem seu sentido no desenvolvimento de virtudes que regulam a vida na sociedade, na “polis” (cidade) como diziam os gregos. É de se imaginarque este pensamento socrático, do qual bebeu Platão, não causou boa impressão entre as autoridades que se utilizavam do poder para tirar dele benefícios pessoais.
Sócrates foi considerado como uma ameaça a estas autoridades e foi condenado à morte (que na época significava beber um veneno – cicuta) sob a acusação de “corromper a juventude”. Fiel aos seus princípios, ele não quis se retratar...
tracking img