Historico da sst

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2323 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO ESTADUAL JUCELINO KUBITSCHEK DE OLIVEIRA
TÉCNICO DE SEGURANÇA NO TRABALHO
DELMAIR CRISTIANE ARAUJO BORGES FRITISCH MICHELS 4 1 B

O HISTÓRICO DA SAÚDE E DO TRABALHO

MARINGÁ
2012
DELMAIR CRISTIANE ARAUJO BORGES FRITISCH MICHELS 4 1B

O HISTÓRICO DA SAÚDE E DO TRABALHO






Trabalho em cumprimento a disciplina de Comunicação e Educação em Segurança do Trabalho,ministrada pela professora Rosimar Jezualdo, visando nota parcial, para o primeiro bimestre, do curso de Técnico de Segurança no Trabalho.






MARINGÁ
2012









































Dedico este trabalho ao meu esposo Uilson Junior Fritisch Michels, o qual soube ter paciência ecompreensão nos momentos em que ausentei e não pude me dedicar à família, as colegas Patrícia Sakata e Maricelma Justino, onde trocamos experiência e possibilitou meu crescimento profissional para conclusão desta etapa.













































Agradeço aos meus Pais João e Ivani, por ensinar amim a paixão pela busca do conhecimento e aprendizado, a Coordenação e Diretoria do Colégio JK de Oliveira por oferecer este curso.













































“Obstáculos são aquelas coisas medonhas que você vê quando tira os olhos do seu objetivo”
(Henry Ford)



SUMÁRIO
1INTRODUÇÃO 6
2 O HISTÓRICO DA SAÚDE E DO TRABALHO 7
3 CONCLUSÃO 12
REFERÊNCIA 13
APÊNDICE 14
ANEXOS 15

1 INTRODUÇÃO

O trabalho artesanal, definido como produção independente, surgiu no fim da idade média com o nascimento comercial e urbano, o artesão executava todas as etapas do trabalho sozinho e com a família.
As atividades eram ensinadas junto com a recomendação e orientação parase evitar lesões nas mãos e olhos, partes do corpo que eram mais suscetíveis ao acidente.
A industrialização desenvolveu de forma rápida e descontrolada o risco a acidentes, pois o ambiente de trabalho era deixado para depois e com isso aumentou-se o índice de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais.

2 O HISTÓRICO DA SAÚDE E DO TRABALHO

A palavra tripaliare vem do vocábulo latino,onde esse instrumento é formado por três paus, tendo ponta de ferro, onde a sua utilização por agricultores era para bater o trigo, e instrumento de tortura, de onde a palavra trabalho foi retirada, com referencia a procedimentos de sofrimento, pena e labuta.
Segundo Aranha e Martins a palavra está ligada negativamente ao castigo. Na antiguidade Grega o trabalho manual era desvalorizado, eramfeitos por escravos ditos não cristãos, tendo associação ao serviço de carpinteiro, ferreiro, agricultura e favores sexuais, sendo visto como trabalho digno o intelectual, racional.
Os filósofos como Aristóteles, Pitágoras e Sócrates nunca trabalharam e estavam envolvidos com a matemática, física e a astronomia, conhecido como trabalho digno.
Existia o preconceito com relação ao trabalho braçaltendo legalizado a escravidão. Na idade media Santo Tomás de Aquino afirma que todos os trabalhadores se equivalem, mesmo assim o pensamento era de que o intelectual estava acima do braçal.
A burguesia se via como superior, pois não trabalhava, a visão da Igreja Católica quem conseguir ter patrimônio era pecador.
Na fase medieval o trabalho era servil, sendo necessário para a sobrevivênciafamiliar contribuir para o senhor feudal, o comercio, a tecelagem, o ferro e o carvão caracterizavam atividades de pequeno lucro, sendo denominados de burgueses. Na época medieval existia o misticismo onde tudo era dominado pela igreja, sendo imposto para todos, onde os trabalhadores eram a classe menor, existiam poucos feriados, os dias de trabalho eram ditados pelo clima. Não existia cartão ponto e...
tracking img