Historia das tartarugas.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1243 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Histórias de tartarugas
Não conheço nenhuma história de tartaruga que seja normal. Dizem que tartarugas são bichos que trazem sorte e bons fluidos para uma casa. Vai ver você nem sabia disso, leitor. Mas é o que se diz por aí. Compre uma tartaruga e terá sorte. Sorte sei lá a natureza dessa sorte: no amor, no jogo, nas finanças, na saúde. Não. Na saúde, não. Nunca ouvi alguém dizer, "Ai, quesorte que tenho na minha saúde, nunca pego gripe". Está maluca a autora.
Mas, histórias de tartarugas? Tartarugas são bichinhos lentos, lentíssimos. Engraçado associá-las com sorte, bons fluidos. Ninguém quer sorte lentinha, lerdinha. Todo mundo quer sorte rápida, instantânea. Pergunto-me: comprei uma tartaruga, ok. Quanto tempo vai levar pra bichinha começar a me dar sorte? Não sei. E então vocêpassa cem anos de azar vivendo com a tartaruga, até que um dia ela morre: antes de você. "Que porcaria de sorte é essa???". Imaginei (imaginem) um velhinho bem velhinho, enterrando o cadaverzinho da tartaruga e praguejando...
História de tartaruga número 1: meu filho ganhou uma tartaruga. Não, na verdade, é um jabuti. É diferente de tartaruga, não vive na água, vive na terra, em um terrário (queé igual a aquário, mas sem água. Não, não estou subestimando o meu caríssimo leitor, de maneira nenhuma, estou explicando só porque eu não sabia o que era um terrário até o jabuti vir morar conosco). Pois jabuti é um pouco mais rápido que tartaruga. Dá umas corridinhas de vez em quando. E pode viver até cem anos, ou mais. Bom, claro, você já viu tartaruga estressada? Naquela vida mansa, nemposso imaginar como poderia estressar-se...! Pois eu me estresso só de olhar pra ela (ou ele, no nosso caso, pois é um macho chamado Miguel - ótimo nome, diga-se de passagem), fico estressada. Paradinho ali, olhando pro nada, sem fazer nada. E ainda tem que tomar banho todos os dias. Banho??? Sim, Miguel banha-se diariamente em um pote plástico estilo "tupperware", com água morna - tem que ser morna,para ativar a circulação dele. Em resumo, toma banho pra se agitar um pouco. É isso mesmo. Não é um clássico banho relaxante, é um banho "agitante". E o meu filho leva a sério, "Tá na hora do banho do Miguel!". Miguel tem hora pra tomar banho. Ai, ai. Mas o pobre Miguel não durou muito. Um dia, alguém percebeu que ele parecia estar paradão há muitas horas. Na verdade, tinha estado parado desde anoite do dia anterior, mas, como tartarugas em regra são paradonas, ninguém deu muita confiança. Fomos examinar, na manhã seguinte. O terrário fedia, e o Miguel falecera. Tadinho, seu mini-cadáver foi direto para o lixo. Meu filho ficou muito triste com a perda do Miguel. Voltamos à loja de animais. Contamos a história ao vendedor, que disse que talvez ele tenha ficado doente ou tivesse tidoalguma queda. Meu filho olhou-me de canto. Eu derrubara o Miguel uma vez, muito meses antes. Coitado, foi um tombo e tanto. Meu filho me culpou pela morte, depois, no carro a caminho de casa. Eu não senti culpa alguma. "Ué, mas ele, em tese, não deveria viver cem anos?", perguntei-me. Mas fiquei calada, ora, viveria sem anos se uma mãe histeérica não o tivesse derrubado porque levou um susto quandouma das patinhas ásperas do bicho tocou-lhe o dedo! Pobre Miguel, foi uma exceção. Compramos outro, que foi imediatamente batizado de "Miguel II". Miguel II mexia-se muito menos que o outro. E mal comia. Ligamos para a loja. Levamos Miguel II para trocar por outro, com medo que morresse também. "Miguel III" viveu conosco por mais alguns meses. Morreu também, cadaverzinho duro e de olhinhosfechados também no lixo. Causa mortes: não sabemos até hoje. Vai ver nossa casa tem uma maldição contra jabutis...
História de tartaruga número 2: um aluno contou-me hoje a história de uma tartaruga que teve na infância. Adorava o bichinho. Não perguntei se ele dava banho na dita cuja. Mas o nome era Guida, apelido da tia do meu aluno, que chamava-se Margarida. E era tartaruga mesmo, isso ele disse....
tracking img