Historia da briga araquan e bem-vindo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 165 (41113 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FRANCISCO JOSÉ BARBOSA

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL
Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
Pró-Reitoria do Ensino a Distância
Fundação Universidade Luterana do Brasil
PROGRAMA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA COM CIDADANIA

EVOLUÇÃO DO BANDITISMO MODERNO E FORMAS DE ATUAÇÃO
EFICAZES DA POLICIA MILITAR NO SERTÃO PERNAMBUCANO.

Olinda-PE
2009

FRANCISCO JOSÉ BARBOSAEVOLUÇÃO DO BANDITISMO MODERNO E FORMAS DE ATUAÇÃO
EFICAZES DA POLICIA MILITAR NO SERTÃO PERNAMBUCANO.

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado no
Curso de Pós-Graduação em Gestão da Segurança
Pública na Sociedade Democrática na Universidade
Luterana do Brasil – ULBRA – e Programa Nacional
de Segurança Pública com Cidadania – PRONASCI para obtenção do grau de Especialista emSegurança
Pública, sob a orientação da Profª MS. Carmem
Aristimunha de Oliveira.

Olinda-PE
2009
2

FOLHA DE APROVAÇÃO

EVOLUÇÃO DO BANDITISMO MODERNO E FORMAS DE
ATUAÇÃO EFICAZES DA POLICIA MILITAR NO SERTÃO
PERNAMBUCANO.

FRANCISCO JOSÉ BARBOSA

______________________________
NOME DE PROFESSOR ARGUIDOR

______________________________
NOME DE PROFESSOR ARGUIDOR____________________________________
MS.CARMEM ARISTIMUNHA DE OLIVEIRA
PROFESSORA ORIENTADORA

Olinda-PE
2009
3

A

minha

agradecimentos

família,
pelo

meus

sinceros

estímulo

e

pela

compreensão que demonstraram ao longo
desta trilha, e cuja força me impulsionou para
que chegasse ao término

de

mais

uma

jornada.
A Deus, agradeço o dom da vida, e daperseverança.
reconhecimento

Aos
e

mestres,

meu

admiração

pelos

ensinamentos compartilhados.

4

RESUMO

O presente trabalho monográfico consiste em uma investigação teórica
acompanhada de pesquisa de campo, sobre as forma similares e díspares nas
formas de atuação e combate do cangaço, banditismo moderno e forças policiais
no sertão pernambucano. O objetivoprecípuo deste trabalho foi mostrar que os
problemas relativos à violência de outrora, Atribuídos aos cangaceiros, são
hodiernamente os mesmos, tornando-se mais abrangentes e imensuráveis no
contexto social, aliados aos avanços tecnológicos e de comunicações, que de
forma indireta beneficiaram os protagonistas da violência e do narcotráfico,
tornando-os cada vez mais ousados, deixandoassim o sertanejo sério, honrado
e íntegro, com disbulia na eubiótica dignamente. Tendo como tema central à
violência gerada a partir da década de 90, principalmente nas cidades de Belém
do São Francisco e Cabrobó, palco das brigas de famílias, envolvendo
diretamente os Benvindo e Araquan e suas uniões com outras famílias.
Destacando o clã Araquan, principal gerador das contendas, bemcomo os
Benvindo, não ficam apenas nas contendas, partem para a prática de diversas
ilicitudes, assaltando bancos, veículos, tráfico e plantio de maconha (Cannabis
Sativa Linneu), e outros mais, tudo para financiar o conflito. Neste contexto,
explicita-se a grande necessidade de uma maior conscientização sócio-educativa
e política da sociedade sertaneja, bem como de um melhor aparatopolicial.

PALAVRAS-CHAVE: violência, brigas de família, narcotráfico

5

LISTA DE ABREVIATURAS

APF.................................................................................Agente de Polícia Federal
Asp.............................................................................................................AspiranteASRI................................................Agência de Serviço Reservado de Inteligência
BG........................................................................................................Boletim geral
BO..........................................................................................Boletim de ocorrência
BPChoque...............................................................Batalhão de Polícia de Choque...
tracking img